Exclusivo: Marcelo Rocha fala da temporada do Fera/Campos

Exclusivo: Marcelo Rocha fala da temporada do Fera/Campos

Like
175
0
quarta-feira, 21 outubro 2020
Entrevistas

Nesta quarta-feira (21) tem início o Campeonato Carioca de Vôlei Masculino 2020. O torneio será feito por quatro equipes, sendo que três delas disputarão a Superliga C. Dessa maneira, teremos uma mostra do que pode acontecer na competição nacional. O Fera/Campos Vôlei jogará em ambos os torneios. A Rádio Poliesportiva conversou sobre a formação da equipe e as expectativas para temporada com o diretor da equipe, Marcelo Rocha

Por Yuri Murta, Rio de Janeiro – RJ

O Campeonato Carioca de Vôlei Masculino 2020 que começa nesta quarta-feira (21), vem recheado de mudanças nos times que o disputaram. Contudo, dois times se mantiveram na disputa. Um deles é o Fera/Campos Vôlei, um projeto que já tem cinco anos de existência e que parte para a sua segunda temporada disputando o Estadual Adulto. Na sua primeira temporada, a equipe foi vice-campeã perdendo para o forte time do Sesc-RJ.

Além disso, essa será a primeira vez que o clube também alçará voos maiores. Depois que participar do Carioca, a equipe vai participar da Superliga C no começo de novembro de olho na vaga para a segunda divisão nacional. Decerto, o estadual será precioso para o Fera/Campos, já que terá a oportunidade de enfrentar Tijuca/Zinzane e Niterói Vôlei, duas equipes que estarão também no torneio nacional.

Vale destacar que o clube é o único de fora da região metropolitana do estado do Rio de Janeiro a atuar em um Campeonato Carioca desde o retorno dos esportes devido a pandemia. Só para ilustrar, tanto no basquete quanto no vôlei feminino apenas times da capital e de Niterói jogaram. Confira a seguir a formação do elenco e a entrevista com o diretor do clube, Marcelo Rocha.

ELENCO DO FERA/CAMPOS

O Fera/Campos possui 17 jogadores inscritos no torneio. Curiosamente, do elenco vice-campeão do ano passado apenas Wanderson Barreto Tavares, o “Mamão”, segue na equipe para esse ano. Por certo, os grandes destaque do time são os ex-jogadores da seleção brasileira Rodrigo Nascimento, o “Rivaldo”, e Marlon Yared. O ponteiro foi campeão da Liga Mundial 2009, além de ser multicampeão estadual e brasileiro. Além disso, foi também maior pontuador em uma temporada na Liga Italiana e na Liga Japonesa. Rivaldo estava aposentado desde 2017 quando jogou pelo Corinthians Guarulhos.

Marlon, por sua vez, conquistou duas vezes a Liga Mundial e uma vez o Campeonato Mundial pelo Brasil e também atuou na Itália e Russia colecionando marca importantes. Decerto, o levantador que estava no Sesc-Rio na última temporada se encaminha para mais um desafio.

A equipe de Campos dos Goytacazes também teve importantes adições de jovens atletas. Por exemplo, Fernando Pilan que já atuou em Pinheiros, Sesi-SP e Juiz de Fora fará parte do time para a temporada 2020/21. Rogério Carlos, 23 anos, e Luan Fonseca, 20 anos, são outros jovens que já se destacaram na Seleção Carioca e seleção brasileira de base e agora tem oportunidade no adulto. O elenco contará também com diversos jogadores que foram crias da base da cidade. Só para ilustrar, Bruno Ribeiro Brito Viana e Pedro Henrique Conceição já defenderam a base do FME/Campos.

Estão à disposição do técnico Ronaldo Maciel os levantadores Marlon, Luan Fonseca e Walter Araújo; os opostos Rivaldo e Ariston Calazan; os centrais Patríck Francis, Bruno Brito (Molejão), Pedro Henrique e Fernando Pilan; os ponteiros Wanderson Barreto (Mamão), Guilherme Santos, Rogério Luiz (Mineiro), Rogério Carlos (Procópio) e Everton Soares; e os líberos Lucas Loureiro, Samuel Mendes e Kayo Éverton

ENTREVISTA COM MARCELO ROCHA

FORMAÇÃO DA EQUIPE

Como foi formado o elenco do Fera/Campos?

O elenco já foi formado e está treinando a quase três meses, estamos em fase de conclusão de preparação para o Estadual e para a Superliga C. Temos apenas um remanescente do vice-campeonato estadual do ano passado, mas essa reformulação ocorreu com 80% da cidade de Campos e com grandes nomes vinculados e contratados pelo projeto.”

PREPARAÇÃO PARA O ESTADUAL

Como se preparar para um torneio de tiro tão rápido?

Não tem mistério, a preparação para o estadual é similar e até engloba a preparação para a Superliga, uma vez que, o carioca vem antes do nacional e o tempo de competição e quantidade de jogos é o mesmo. Vamos com tudo, a missão é ser campeão do Estadual e da Superliga, mas um passo de cada vez. O Campeonato Estadual vem primeiro, então, o nosso foco agora é ele.”

EXPECTATIVAS PARA A ESTADUAL

O que esperar da equipe do Campos neste Carioca, uma vez que, agora não tem um favorito ao título e como uma das equipes mais experiente?

O que pode se esperar é uma equipe organizada, com postura, bem treinada e com foco, determinação e vontade. A partir dai, o que vier é lucro. Como eu te falei, o nosso foco agora é o Estadual e faremos de tudo para conquistar o título.”

Como você enxerga a saída de alguns times do torneio?

A saída, no caso específico do Sesc-Rio, é uma perda grande para o Rio de Janeiro. No entanto, a manutenção do projeto de Campos, a volta do Tijuca e a chegada do Niterói são indícios de que o vôlei no estado está voltando a crescer. Então, vejo com bons olhos. Obviamente que fico triste com o fim do projeto do Sesc-Rio, mas esses novos projetos, tanto nosso quanto do Tijuca e Niterói, assim como o Flamengo que já tem uma quantidade de anos, elevam o voleibol do Rio.

OUTROS FATORES PARA A TEMPORADA

Como é voltar a normalidade dos treinos e jogos neste periodo de pandemia?

Na verdade não voltou, é uma nova normalidade porque não está normal ainda. Os treinos não estão podendo ser em períodos como eram feitos antigamente, em treinamentos de alto rendimentos. Infelizmente, estamos treinando apenas em um turno todos os dias da semana. As vezes, ficamos sobrecarregados, porque fazemos o técnico antes do físico, logo vai de 8 horas até 11:30, as vezes até meio dia. Então, consome a manha inteira dos atletas e da comissão, mas é um caminho para essa nova normalidade, pelo menos, no nosso caso específico.”

O Estadual servirá de preparação para a Superliga C? Dessa forma, quais são as expectativas do time para essa curta temporada?

Sim, o Estadual servirá de preparação para a Superliga C, obviamente deixo que queremos ganhar o estadual, mas o nosso foco principal e maior objetivo do ano é a Superliga C. A nossa expectativa é essa, ganhar os dois títulos, se possível, e representar bem a cidade de Campos.”

Foto Destaque: @andreza_areas.photos

Yuri Murta

Yuri Murta

Estudante de jornalismo e geografia, apaixonado por esportes no geral e por tudo que o cerca. Isso define quem é Yuri Lima Murta. O amor principalmente pelo basquete e futebol vem desde pequeno e o g[...]

63 posts | 0 comments

Comments are closed.