Exclusivo: Luiz Carlos Kadylac fala sobre o vôlei masculino do Flamengo

Exclusivo: Luiz Carlos Kadylac fala sobre o vôlei masculino do Flamengo

2
287
0
terça-feira, 20 outubro 2020
Vôlei

Nesta quarta-feira (16) tem início o Campeonato Carioca de Vôlei Masculino 2020. O torneio será feito por quatro equipes, sendo que três delas disputarão a Superliga C. Contudo a equipe que falaremos aqui é a única do torneio que não disputará a competição nacional. O Flamengo, depois de se sagrar campeão estadual no feminino, prepara a sua base para jogar o Estadual masculino. A Rádio Poliesportiva conversou sobre a formação da equipe e as expectativas para o torneio com o técnico da equipe, Luiz Carlos Kadylac.

Por Yuri Murta, Rio de Janeiro – RJ

Depois de vencer na noite dessa segunda-feira (19) o Carioca de Vôlei Feminino, o Flamengo se prepara para disputar o estadual adulto masculino. Certamente, a disputa será muito mais difícil do que foi no feminino ou até mesmo o que foi no Carioca de Basquete. Isso ocorre, uma vez que, o elenco Rubro-Negro é totalmente formado pelas suas categorias de base com jovens do juvenil.

O Flamengo é o segundo maior campeão estadual de vôlei masculino, atrás apenas do Botafogo. São 19 taças em toda a sua história. Apesar disso, o último título da equipe no torneio foi em 2014, quando disputou a final contra o Hall da Fama/Resende e venceu por 3 sets a 1.

Nos últimos anos, o torneio era dominado pelo grande time do Sesc-RJ, todavia, a equipe terminou nesta temporada. Como resultado disso, o campeonato estadual promete ser o mais aberto dos últimos anos. O Flamengo estreia contra o Fera/Campos no Ginásio Hélio Maurício na Gávea. Posteriormente, a equipe enfrentará Niterói e Tijuca/Zinzane, respectivamente.

ELENCO DO FLAMENGO VÔLEI

Como já dito anteriormente, o time é composto por jogadores do juvenil Rubro-Negro. Dessa maneira, o limite de idade da equipe é de 21 anos. O  Flamengo vai utilizar com base o plantel vice-campeão do Campeonato Brasileiro Interclubes em 2019, quando perdeu para o Minas na decisão. No entanto, apesar da derrota, a campanha da equipe foi acima da média. Só para ilustrar, foram três vitórias em seis jogos por 3 x 0.

O principal nome da equipe é Rafael Forster. O levantador participou da Seleção Brasileira sub-19 que jogou o último Mundial da categoria na Tunísia em 2019. Além disso, o jogador  já atuou pelo Fluminense, por onde pegou Seleção Carioca sub-19 em janeiro do ano passado.

Além de Forster, ojogadores que defenderão o FlaVôlei na competição são o levantador Danilo Garcia; os ponteiros Eduardo D’Agiustini, Luís Soares, Gabriel Machado e Nicolas Tenius; os opostos Rodrigo Nogueira, Gabriel Mendes e Allan Bezerra; os centrais Matheus Machado, Thomás Cogo, Luiz Gabriel Brito e Richard dos Santos; e o líbero Pedro Geferson.

ENTREVISTA COM LUIZ CARLOS KADYLAC 

FORMAÇÃO DO ELENCO E VOLTA AOS TREINOS

O Flamengo vai atuar no Carioca utilizando jovens jogadores? Qual a intenção do clube para o vôlei masculino nos próximos anos?

O CRF irá disputar o Carioca Adulto com atletas da categoria Juvenil com o propósito de desenvolvimento dos jovens atletas e visando o planejamento da temporada 2021, tendo em vista que 2020 foi comprometida em função da pandemia. Em relação ao voleibol masculino do CRF, o objetivo é montar uma equipe Juvenil competitiva.”

Como é voltar a normalidade dos treinos e jogos neste período de pandemia?

Aqui no Flamengo acreditamos e buscamos trabalhar de forma responsável e progressiva de acordo com as orientações sanitárias oriundas das instituições de saúde pública do Estado e do Município do RJ, assim como do ótimo trabalho desenvolvido pela equipe multidisciplinar do CUIDAR, área do clube destinada ao encaminhamento e definições dos protocolos, bem como do planejamento de cada modalidade.”

PREPARAÇÃO E EXPECTATIVAS PARA O ESTADUAL

Como se preparar para um torneio de tiro tão rápido?

Difícil, tendo em vista que normalmente as equipes têm um tempo maior de preparação, mas no momento é o que temos para fazer. Estamos procurando treinar dentro de uma condição de segurança para os atletas para que todos estejam aptos a suportarem uma rotina de competição depois de tanto tempo parado, ainda mais uma competição de tiro curto. Mas estamos preparando os garotos fisicamente, tecnicamente e taticamente para buscarem fazer frente às equipes adultas que iremos enfrentar.”

O que esperar da equipe do Flamengo neste torneio, agora sem favorito ao título, uma vez que, o Sesc-RJ encerrou o projeto?

Nossa equipe é formada por jogadores jovens, diferentemente dos outros times, que têm uma base de atletas adultos. Isso vai fazer com que a dificuldade aumente para nós, mas vamos sempre buscar fazer bons jogos e tentar surpreender os outros clubes com a condição física dos nossos atletas, dentro do curto espaço de tempo.”

FUTURO DO VÔLEI CARIOCA

Como você enxerga a saída de alguns times e a entrada de outros?

Ainda não temos um cenário muito claro, pois o término das equipes do Sesc-RJ e do Botafogo colocou atletas adultos nas equipes de Campos, Niterói e do próprio Tijuca. Não sabemos ainda se este cenário dos times é algo temporário ou se de fato faz parte de uma planejamento a longo prazo, acredito que só saberemos a partir de 2021.”

Como você vê o futuro do vôlei masculino no Rio de Janeiro? E o futuro desses garotos do time do Flamengo?

Como falei anteriormente, ainda não temos um cenário muito claro para este momento sobre o voleibol do RJ, mas quanto ao voleibol do Flamengo, sabemos que estamos no caminho para cada vez mais fortalecermos as equipes de base do clube.”

Foto Destaque: PAULA REIS/ CRF

Yuri Murta

Yuri Murta

Estudante de jornalismo e geografia, apaixonado por esportes no geral e por tudo que o cerca. Isso define quem é Yuri Lima Murta. O amor principalmente pelo basquete e futebol vem desde pequeno e o g[...]

63 posts | 0 comments

Comments are closed.