Ex-goleiro e ex-presidente do Galo devem ir para o segundo turno em BH

Ex-goleiro e ex-presidente do Galo devem ir para o segundo turno em BH

Like
1235
0
sexta-feira, 30 setembro 2016
Futebol Brasileiro

Alexandre Kalil vem se estagnando nas ultimas pesquisas, se mantendo com 24%. Foto: Divulgação.

Pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira coloca um ex-goleiro e um ex-presidente do Atlético-MG no segundo turno na disputa pela Prefeitura de Belo Horizonte. Titular da camisa 1 do Galo nas décadas de 1970 e 1980, o deputado estadual João Leite (PSDB) tem 33% das intenções de voto, segundo o instituto. Já o empresário Alexandre Kalil (PHS), cartola atleticano campeão da Libertadores da América em 2013, aparece com 25% no levantamento.

Nas ruas de BH, a campanha ganha ares de estádio de futebol. Isso por que torcedores do Cruzeiro divulgaram nas redes sociais e via WhatsApp um vídeo antigo em que Kalil, quando presidente do rival, afirmara que tinha por objetivo “destruir o Cruzeiro”. E escrevem nos compartilhamentos: “Cruzeirense não vota em Kalil”.

Mas a campanha em BH também é marcada por despolitização e ascensão de candidatos e eleitores apolíticos.

João Leite continua crescendo nas pesquisas eleitorais, chegando a 35%. Foto: Divulgação.

Enquanto João Leite esconde que é do PSDB em seus perfis oficiais nas redes sociais (tem o nome sempre ao lado de seu número, o 45), o ex-presidente do Galo usa entre seus slogans “Chega de político. É hora de Kalil”.

O ex-goleiro também não aparece muito ao lado de tucanos mineiros de alta plumagem e suspeitos de corrupção, como o senador Aécio Neves. Parece não querer associar seu nome a esse tipo de cabo eleitoral.

Já Kalil, nas propagandas de tevê e vídeos divulgados na internet, demonstra asco aos políticos e ao chamado politiquês. Diz que sua linguagem é o “kalilzês”, menos decorada, de oratória capenga e mais popular.

 

Por Leonardo Guandeline

admin

240 posts | 0 comments

Menu Title