“É uma equipe qualificada, qualquer vacilo é crucial”, conta Tom, pivô do Basquete Osasco, sobre derrota para o Pinheiros

“É uma equipe qualificada, qualquer vacilo é crucial”, conta Tom, pivô do Basquete Osasco, sobre derrota para o Pinheiros

Like
272
0
segunda-feira, 05 agosto 2019
Campeonato Paulista

Na última sexta-feira (2), o Basquete Osasco visitou o Pinheiros no Ginásio Henrique Villaboim, pela 2ª rodada do Campeonato Paulista de Basquete para os visitante e estreia para a equipe pinheirense. O duelo foi vencido pelo time da casa por 74 x 72, num dos melhores jogos até então. O pivô Tom, do Osasco, ressaltou as qualidade do adversário e condenou os erros do time, em entrevista exclusiva ao repórter Ivan Marconato:

Primeiramente queria falar que estamos jogando com uma equipe super qualificada. Então, a gente tem que saber que qualquer vacilo, qualquer erro, é crucial para a partida. E foi isso que aconteceu. Fizemos uma boa partida até o final do jogo, mas chegou no final e acabamos errando alguns passes cruciais, passes para fazer uma bandeja fácil, uma cesta fácil. Quando tava pau a pau, quando tava empatado o jogo, acabamos errando esses arremessos que seriam cruciais para o jogo.

Contudo, o atleta aproveitou para exaltar o bom jogo do time e parabenizar a todos da sua equipe, apesar da derrota:

Ao todo foi um jogo bom. É apenas nossa segunda partida durante o campeonato. É óbvio que temos que melhorar, principalmente nestes detalhes mais para o final do jogo. Estes detalhes custam muito. Mas é isso… Todo mundo está de parabéns.

Próximo compromisso

Quando perguntado sobre próximo confronto, Tom expôs a importância de entrar com máxima concentração no duelo, frente ao Franca:

Atual finalista do NBB e neste campeonato todos os times são muito bem qualificados, então toda partida tem que entrar com o máximo de concentração possível. Contra a equipe de Franca então, nem se fala. Muito bem qualificada, tem ótimos jogadores, que compõe Seleção Brasileira. Mas estamos treinando firme é para esses momentos. Se a gente dá duro todo dia é para chegar contra equipe grande e tentar dificultar ou quem sabe sair com a vitória!

Ouça a entrevista na íntegra

 

Foto destaque: Bruno Ulivieri/Basquete Osasco

Eric Filardi

Eric Filardi

Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo a rádio de todos os esportes. Bem-vindo a Rádio Poliesportiva. Sou Eric Filardi, paulistano de 27 anos[...]

228 posts | 0 comments

Comments are closed.