Emplacou! Mogi conquista sua quinta vitória seguida e bate Vasco da Gama

Emplacou! Mogi conquista sua quinta vitória seguida e bate Vasco da Gama

1
892
0
sábado, 04 fevereiro 2017
Basquete

Mais um jogo eletrizante pela 19° rodada do Novo Basquete Brasil e mais uma vitória do Mogi das Cruzes na fase classificatória da competição. Quem foi ao Ginásio Professor Hugo Ramos viu um jogo eletrizante, com as defesas trabalhando bem e muitos arremessos de três pontos convertidos pelas duas equipes. A partida foi decidida somente no último quarto, com mais uma atuação brilhante do norte-americano Shamell, mais uma vez o cestinha do jogo, com 26 pontos. O número 24 teve enorme contribuição na vitória de sua equipe por 80 a 73.

O Mogi, por jogar em casa, levava vantagem e tinha certo favoritismo, mesmo com a ausência de Tyrone, que cumpria seu segundo, e último, jogo de suspensão dados pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), após suposta agressão a Marcelinho, do Flamengo. E, do outro lado, um Vasco aguerrido, que dificultou o trabalho da equipe paulista e que entrou motivado pela sua última vitória, no clássico contra o Flamengo, além de que, se conquistasse a vitória, o Vasco entraria forte na disputa do G-4.

Como foi o jogo?

No primeiro quarto, o Mogi começou arrasador e acertou quatro arremessos de três pontos, sendo empurrado pela sua torcida. Mas logo o Vasco consertou os erros defensivos e equilibrou a partida, forçando o erro de seu adversário. Com bons contra-ataques, o Gigante da Colina conseguiu assustar a equipe do Mogi e os cariocas, ao fim do primeiro período, foram superiores e levaram a melhor, pela parcial de 17 a 15.

No segundo quarto de jogo, o Mogi, continuava inspirado nos arremessos de fora da área e começou acertando quatro cestas de três. Shamell, por duas vezes e com Jimmy e Fabrício, pra levantar a torcida nesta tarde de sábado. Por conta desses acertos, o Mogi conseguiu fazer uma ótima parcial e, não só virou o placar, como abriu uma diferença de dez pontos contra a equipe cruzmaltina, que não repetiu a boa atuação e errou muito. Nos últimos instantes para o fim do quarto, o Vasco teve uma leve melhora e diminuiu a distância para sete pontos, levando para o intervalo um placar de 33 a 26 para os paulistas.

Com os erros cometidos no primeiro e segundo quarto, o Mogi desperdiçou dez ataques, enquanto o Vasco desperdiçou oito.

Shamell, o cestinha do jogo, saltando para mais um ponto convertido, para ajudar o Mogi a vencer. Foto: Antonio Penedo/Mogi-Helbor

Shamell, o cestinha do jogo, saltando para mais um ponto convertido, para ajudar o Mogi a vencer. Foto: Antonio Penedo/Mogi-Helbor

Vascaínos e mogianos fizeram uma excelente partida na tarde deste sábado. Foto: Antonio Penedo/Mogi-Helbor

O terceiro quarto acendeu o alerta para a equipe do Mogi, que viu um Vasco muito melhor que o do primeiro tempo. O ala Gaúcho fez a diferença naquele momento do jogo e levou os cariocas para o ataque com diversas jogadas rápidas, que a defesa do Mogi não conseguia neutralizar. Outro ponto positivo para o Vasco foi Nezinho, que se recuperou, após fazer um primeiro tempo morno e, durante o terceiro quarto, desequilibrou na virada do Vasco.

O técnico Guerrinha teve de quebrar a cabeça para organizar o time novamente, ainda no terceiro quarto. O pivô Caio Torres, que voltava após contusão, não estava fazendo uma boa partida até então. Ao fim do quarto Guerrinha conseguiu uma postura diferente do seu time e o Mogi se acertou, conseguindo retomar o controle da partida e, assim, abriu cinco pontos.

No quarto e decisivo período, o Vasco, mais uma vez, começou atacando bem, com mais efetividade que o time de Mogi das Cruzes. O Mogi, aos poucos, foi retomando o controle do jogo e passava uma imagem mais tranquila, com a melhora de Caio Torres, que converteu um belo arremesso de três, incendiando a torcida. Assim, o Mogi aproveitou os erros do adversário, abrindo boa distância novamente. Os mogianos a partir dali, cadenciaram o jogo e o Vasco, até ensaiou uma reação, mas a diferença nos pontos tranquilizou os paulistas, que terminaram a disputa como vitoriosos, pelo placar de 80 a 73.

E agora?

Com a vitória, o Mogi chega ao quinto triunfo consecutivo e coloca a equipe na terceira posição da classificação da primeira fase do NBB, com um aproveitamento de 66,7 por cento, com 12 vitórias, ao lado do Bauru, que perde somente no confronto direto para o Mogi. Já o Vasco ocupa agora a nona posição, com um aproveitamento de 52,9 por cento dos pontos disputados e nove vitórias no campeonato.

O próximo jogo do Mogi será no dia 14 de fevereiro, às 19h30, contra o Flamengo, no Tijuca Tênis Clube. O Vasco jogará contra o Macaé Basquete, na próxima terça-feira (07/02), às 20h15, em casa, no Ginásio de São Januário.

A Rádio Poliesportiva esteve no Ginásio Professor Hugo Ramos, o “Hugão” e marcou presença com a transmissão ao vivo desse jogaço de basquete. A narração ficou a cargo de Ramoni Artico, com os comentários de Marcos Batista e reportagem de Eduardo Verdasca. Rádio Poliesportiva, a arte do esporte!

 

Foto de capa da matéria: Antonio Penedo/Mogi-Helbor


Por Gabriel Max

Paulo Arnaldo do Amaral Lima

Paulo Arnaldo do Amaral Lima

Paulo Arnaldo, paulista, CEO da Poliesportiva, jornalista, apresentador e narrador esportivo. Conhecido no meio jornalístico como P.A., Paulo Arnaldo tem vasta experiência desde 2008 no jornalismo e[...]

534 posts | 2 comments