Em noite mágica de Fúlvio, Mogi bate Campo Mourão e se mantem no G12

Em noite mágica de Fúlvio, Mogi bate Campo Mourão e se mantem no G12

Like
395
0
quinta-feira, 11 março 2021
Basquete

Na noite desta quinta-feira (11), Mogi Basquete venceu a equipe do Campo Mourão. O duelo, válido pelo returno do NBB 13, e realizado no ginásio Henrique Villaboim, terminou em 96 x 79. Sem dúvida, Fúlvio foi o grande destaque da partida. Afinal, o armador anotou 14 pontos, 14 assistências e oito rebotes. Além dele, seu companheiro Dominique Coleman fez 20 pontos. Do lado paranaense, Luizinho foi o cestinha com 13 pontos marcados. 

Por: Luciano Massi, São Paulo-SP

1º PERÍODO

Lucão, do Campo Mourão, abriu a contagem em São Paulo com uma bola dupla. Pouco depois, Lessa conseguiu a virada e seguiu ampliando. Por certo, Anton Cook não deixava o Mogi abrir grande vantagem. Mas Colina e Coleman acertaram duas bolas triplas cada e mantiveram o Mogi na dianteira. Para ajudar, Gruber e Douglas Santos também balançaram o barbante. Nos segundos finais do período, Lucão fez dois pontos, mas não conseguiu evitar o revés parcial de Campo Mourão: 24 x 12.

2º PERÍODO

Graças a um passe açucarado de Figueroa, Cook reiniciou a partida com mais dois pontos. Porém, Gruber jogou um balde de água fria após encaçapar a laranja do meio da rua. A resposta paranaense foi quase que instantânea. Magna mostrou-se calibrado e anotou duas bolas triplas consecutivas. Aproveitando o embalo de seu companheiro, Frierson também colocou mais três pontos na conta do Campo.

A equipe do Sul conseguiu diminuir a diferença para 12 pontos. Mas “Magic” Fúlvio tratou de ampliar de fora do perímetro. Assim como Fúlvio, Luiz Felipe Gruber meteu mais uma bola tripla. Coleman, por meio de uma bandeja, ampliou. E Luizinho diminuiu com uma cravada. Desse modo, os mogianos foram para o vestiário em grande vantagem: 51 x 36.

3º PERÍODO

Logo após o intervalo, Lucão e Pajé anotaram dois pontos cada. Entretanto, Fúlvio encontrou Wesley bem posicionado, que mandou de três. Posteriormente, foi a vez de Fúlvio encaçapar mais três pontos. Na sequência, uma verdadeira chuva de bolas triplas. Tom diminuiu com uma cravadaça, Fúlvio acertou outra do meio da rua, e Castellon respondeu de fora do perímetro.

Seguindo o embalo, Colina colocou mais três pontos na conta do Mogi. E Castellon, que estava afiado, guardou mais uma bola de pontuação máxima. Restando três minutos para o fim do período, o Mogi estava na frente com nove de vantagem. Porém, o Campo Mourão baixou a diferença para apenas seis: 70 x 64.

4º PERÍODO

Quando parecia que a chuva de três já havia passado, Fúlvio e Coleman acertaram mais duas. Forçando, assim, um tempo técnico do Campo Mourão. Por certo, a pausa surtiu efeito. Luizinho guardou mais quatro pontos. Mas por pouco tempo, afinal, Coleman fez oito pontos em sequência. Naquela altura, o Mogi possuía 22 pontos de vantagem. O norte-americano Anton Cook, Castellon e Magna, de três, também balançaram a rede. Todavia, a resposta foi tarde, e o Mogi levou a melhor por 96 x 79.

E AGORA?

O triunfo manteve a equipe de Guerrinha na 9ª colocação. Por outro lado, o Campo Mourão, comandado por Emerson ,permaneceu na 15ª posição. O próximo desafio de ambos times será no domingo (14). Os paulistas enfrentarão o poderoso Minas TC às 12h00 (horário de Brasília). Já os paranaenses medem forças com o Caxias do Sul, às 09h00 (horário de Brasília). Os dois jogos terão transmissão da Rádio Poliesportiva, que estará diretamente do ginásio Henrique Villaboim.

Foto destaque: Instagram @mogibasquete

Luciano Massi

Paulistano de 21 anos. Estudante de jornalismo. Narrador, repórter, amante do automobilismo, futebol, basquete e esportes olímpicos.

126 posts | 0 comments

Comments are closed.

Menu Title