Em noite de Eliandro, Guarani conquista o acesso para a Série B em 2017

Em noite de Eliandro, Guarani conquista o acesso para a Série B em 2017

1
1236
0
domingo, 09 outubro 2016
Futebol Brasileiro

Neste sábado (6), o Guarani conquistou o acesso para a série B do Campeonato Brasileiro. O time de Campinas  precisava  vencer por 2×0 ou mais de três gols de diferença,  já que havia perdido o primeiro jogo por 3 x 1 em Arapiraca.

A equipe da casa começou com tudo para cima do Asa.  Já os visitantes tinham como arma o contra-ataque, e foram eles que levaram perigo em dois lances no início do jogo, no chute de Reinaldo Alagoano e na Cabeçada de Rayan.

Jogadores comemoram o o gol de Leandro Amaro que abriu o marcador. Foto: Denny Cesare/Código19

O desespero do Bugre começou a diminuir aos 24 minutos da primeira etapa, quando Fumagalli cobrou uma falta pelo lado direito para a cabeçada  forte de Leandro Amaro que abriu o marcador em Campinas. A vantagem ainda continuava com a equipe do Asa que tentava se organizar na partida.

Na segunda etapa,  a equipe adversária voltou com a tentativa de valorizar mais a posse de bola e quase empatou em uma jogada de Lessinho.

O Guarani chegou ao seu segundo gol após uma falha do Goleiro Thiago Braga, que após uma bola recuada, chutou encima do atacante Eliandro do bugre e a bola foi para o fundo das redes. O Lance  desestabilizou a equipe de Arapiraca.

O Asa tentou reagir, mas a noite tinha um predestinado. Eliandro marcou novamente após uma bola alçada na área. Após quicar no gramado,  a bola foi parar na cabeça de Eliandro que encobriu o goleiro Thiago Braga.

Jogadores e comissão técnica fizeram a festa no gramado após o acesso. Foto: Rodrigo Villalba/Memory Press/Guarani FC

O Guarani fez 3×0 e garantiu o acesso para a série B do Campeonato Brasileiro. O técnico Marcelo Chamusca que jamais deixou de acreditar durante a semana,  quebrou um tabu, já que  havia batido na trave por duas vezes com outras equipes, não conseguindo o acesso.

– Deus permitiu que o acesso fosse neste grande time que é o Guarani. Em nenhum momento da semana eu tive medo de não subir. Conheço a minha equipe.  Na última segunda-feira, após a derrota no primeiro jogo, cheguei no vestiário e mandei colocar o pagode que sempre foi de costume. Então os jogadores perceberam que eu acreditava na equipe. Em nenhum momento eu criei um pensamento negativo. Os jogadores esperavam a minha liderança, disse Marcelo Chamusca.

 

Por Eduardo Verdasca

admin

240 posts | 0 comments

Menu Title