Em jogo de arrepiar, Flamengo vence o Pinheiros na prorrogação

Em jogo de arrepiar, Flamengo vence o Pinheiros na prorrogação

1
1222
0
sexta-feira, 03 fevereiro 2017
Basquete

Senhoras e senhores, que jogão aconteceu no ginásio Ginásio Poliesportivo Henrique Villaboim, pela 19° rodada da fase classificatória do Novo Basquete Brasil. Sobrou energia para as duas equipes nesta noite, em São Paulo, em um grande jogo que, após o empate em 68 a 68, foi para a prorrogação. No fim, o Flamengo saiu como o vencedor, pelo placar de 84 a 77. Os melhores ataques do campeonato sofreram com a marcação dura de ambos os lados.

 

Tempo Normal

 

Flamengo, com a vitória, dorme na liderança da fase classificatória do NBB. Foto: Ricardo Bufolin/EC Pinheiros

Desde o primeiro quarto do jogo pôde-se acompanhar um duelo ferrenho. Os dois times entraram nervosos e, por consequência, desperdiçaram diversas chances de fazer a bola cair na cesta do adversário. Mas, se faltava algo nos lances de ataque, sobrava vontade, principalmente no sistema defensivo dos dois lados. Ainda no primeiro quarto, o Flamengo conseguiu superar a equipe paulista por apenas um ponto, após Teichmann perder a chance de colocar o Pinheiros na frente do placar, que até então era de 14 a 13 para o rubro-negro.

No segundo quarto a equipe pinheirense parecia outra, ainda mais ligada na parte defensiva e aproveitando os erros do Mengão, com boas conclusões, fazendo o Pinheiros empatar e virar o jogo durante o segundo quarto. Ao fim do período, o que se via era um ótimo jogo, em que as duas torcidas participavam a todo momento. Como destaques do primeiro tempo, que terminou em 31 a 27 para o Pinheiros, ficaram Marquinhos, que fechou como cestinha com nove pontos e, pelo lado do Pinheiros quem liderou a pontuação da equipe foi Holloway. Já na liderança dos rebotes, Olivinha (Flamengo) ficou com seis e Gemerson (Pinheiros) ficou com cinco.

Na volta do intervalo, o Flamengo adotou uma postura mais agressiva no início do terceiro quarto e neutralizou as tentativas de ataque de Bennett, do Pinheiros. Mas aos poucos a equipe paulista encontrou algumas brechas e chegou a abrir quatro pontos de diferença. Porém, o Flamengo corrigiu os erros defensivos ainda no terceiro quarto e virou a partida novamente, deixando o placar em 48 a 40.

No último quarto do tempo normal, que foi o mais disputado, o Pinheiros iniciou com uma linda cesta de três pontos de Renan, colocando o Pinheiros a frente 51 x 50. Daí pra frente abriu o caminho para mais alguns bons arremessos de três. O jogo ficou lá e cá, Pinheiros e Flamengo trocaram ataques e pontos. Olivinha e Ramon começaram a se destacar pelo lado flamenguista. Já pelo lado pinheirense, Corderro Bennett era uma das peças-chave para a disputa da partida. O Flamengo foi melhor durante parte do quarto, mas o Pinheiros tratou de buscar o empate, após quatro erros consecutivos de Olivinha.

O jogo foi ficando dramático, a bola passou a não cair para nenhum dos lados após a partida estar empatada em 68 a 68. Faltando seis segundos para o fim do último quarto, houve falta para o Pinheiros e obteve os dois lances livres. Era a chance da partida terminar ali, caso o americano Bennett convertesse. Mas não foi o que aconteceu, Bennett, que, apesar da ótima partida sendo cestinha ao lado de Olivinha, do Flamengo, com 21 pontos, perdeu a chance ao desperdiçar os dois arremessos que mudariam a história do jogo. Assim, a partida se manteve em 68 a 68 até o fim do período.

 

Prorrogação

 

Ao início da prorrogação o Flamengo chegou mais inteiro e abriu uma curta vantagem, que acabou sendo de suma importância para o Mengão. Também no tempo adicional aconteceram o maior número de faltas da partida, foram sete faltas contra o Pinheiros e cinco contra o Flamengo. Como os jogadores do Flamengo se mantiveram mais frios psicologicamente, a equipe, após abrir vantagem, soube administrar bem e ficou com a vitória fora de casa, por 84 a 77.

O próximo jogo do Flamengo, que dorme na liderança da fase classificatória da temporada, será contra o Mogi, no Tijuca Tênis Clube, no dia 14 de fevereiro, às 19h30. O Pinheiros, que com a derrota ficou na sexta posição da tabela, joga o Bauru Basket, também no próximo dia 14, no Ginásio Panela de Pressão, às 20 horas.

A Rádio Poliesportiva esteve no Ginásio Poliesportivo Henrique Vilaboim e marcou presença com a transmissão ao vivo desse ótimo jogo. A narração ficou a cargo de Ramoni Artico e os comentários foram de Gustavo Alves. Rádio Poliesportiva, a arte do esporte!

 

Confira os momentos finais da partida nesse link: https://www.youtube.com/watch?v=ku4zk0rKBVc&feature=youtu.be

 

Por Gabriel Max

admin

240 posts | 0 comments

Menu Title