Em entrevista exclusiva, presidente do ADRM Maringá revela objetivo no Brasileirão: “ir para o Final Four”

Em entrevista exclusiva, presidente do ADRM Maringá revela objetivo no Brasileirão: “ir para o Final Four”

1
320
0
segunda-feira, 25 janeiro 2021
Campeonato Brasileiro

Faltando menos de duas semanas para o início do Campeonato Brasileiro de Basquete, os clubes estão finalizando os detalhes para a disputa. Ainda que a primeira partida do torneio seja no dia 8 de fevereiro, o ADRM Maringá fará sua estreia somente dia 23, contra o NBPG, às 20h (horário de Brasília). Por sua vez, o presidente da equipe maringaense, Fabrício Nicolau, conversou com exclusividade com a Rádio Poliesportiva.

Por Danyela Freitas, de Goiânia-GO

Ainda que tenha sido fundado em 2007, a clube tem tradição no basquete paranaense. No Estadual de 2020, terminou em 3º lugar. A competição foi feita a partir de um quadrangular com ADRM, Pato Basquete, Londrina e Campo Mourão. Agora, de olho na competição nacional, o presidente do clube de Maringá garante que a equipe irá brigar para chegar ao Final Four. Além disso, o dirigente faz mistério sobre as contratações para a temporada. Em suma, o ADRM já acertou a contratação do pivô Erike Guapi, de 21 anos, que já passou por Botafogo e Campo Mourão. 

Como está sendo a preparação da equipe para o Brasileirão e qual o principal objetivo do ADRM na competição? 

Primeiramente, gostaria de agradecer a você, Danyela, e à Rádio Poliesportiva o espaço e a oportunidade de estar falando com vocês. Nossa equipe, desde 2007, no nosso primeiro ano, está se preparando para isso. Já estava nos planos, desde 2014, quando firmamos a parceria com a Prefeitura de Maringá e conseguimos trazer patrocinadores, nós tínhamos como missão participar de campeonatos nacionais. Dessa forma, tivemos a oportunidade, em 2018, com as equipes sub-20 e 21.

Além disso, permanecemos com o sub-20 no Comitê Brasileiro de Clubes (CBC). Participamos também da Supercopa do Brasil, em 2018, e alcançamos a 2ª colocação. Posteriormente, no ano seguinte, a partir de negociações com empresários, conseguimos a chance de participar da seletiva para o Campeonato Brasileiro. Por conseguinte, eles aprovaram todo nosso orçamento, tanto pela parte dos patrocinadores quanto pela parte da Confederação Brasileira de Basketball (CBB).

Contudo, em 2020, por conta da pandemia, não foi possível realizar o torneio. Ainda assim, nossa equipe conseguiu realizar um bom trabalho, ainda no segundo semestre de 2020, com o Campeonato Paranaense, e demos sequência à preparação. Agora, estamos ansiosos, aguardando o início do Brasileirão de 2021. Tenho certeza de que podemos fazer uma boa competição. Assim, a meta que nós temos é ficar entre os quatro primeiros e, portanto, ir para o Final Four”, declarou Fabrício Nicolau.

Fabrício, presidente do clube (Isabella Dinardi/ADRM Maringá)

Fabrício, presidente do clube (Isabella Dinardi/ADRM Maringá)

Acredita que o Campeonato Paranaense serviu como uma boa preparação para disputar o Brasileiro? 

 

Além do ADRM, mais duas equipes paranaenses irão participar deste torneio nacional, o NBPG e o Londrina. O quão importante é esse incentivo ao esporte no Estado?

O NBPG, de Ponta Grossa, é o atual campeão do Brasileirão (2019) e o Londrina já vem participando da antiga Liga Ouro. Para o Estado, é muito importante ter cinco equipes disputando competições nacionais. Além do ADRM, NBPG e Londrina no Brasileirão, o Campo Mourão e o Pato estão no NBB. Isso trabalha muito a qualidade do atleta, movimenta toda a estrutura do clube. […] Isso vai exigir muito da gente, principalmente   de nós, dirigentes, que precisamos sempre estar nos atualizando. Assim, podemos oferecer as melhores condições para os atletas para a equipe tenha bons resultados.

Sendo assim, para o Estado, é muito importante essa participação no basquete. Além disso, acredito que mais equipes paranaenses podem competir em torneios nacionais, como o São José dos Pinhais e o Coritiba Monsters. Com certeza, vai deixar o Estadual bem mais competitivo e também vai atrair o público para assistir aos jogos e interagindo mais. A Federação Paranaense de Basketball, por sua vez, vendo que a competição vem melhorando ano a ano, evolui cada vez mais. A CBB também vem dando todo apoio às equipes”, garantiu o presidente do ADRM.

Por fim, o elenco já está fechado? Já pode adiantar alguma novidade para os torcedores?

 

Foto destaque: Danyela Freitas/Rádio Poliesportiva

Danyela Freitas

Sou goianiense, graduada em Letras pela Universidade Federal de Goiás (UFG), pós-graduada em Jornalismo Esportivo pela Estácio-SP e tenho três grandes paixões: a escrita, a leitura e o esporte (n[...]

126 posts | 0 comments

Comments are closed.