Em dois minutos, Guarani resolve sua vida e volta a sonhar com o acesso

Em dois minutos, Guarani resolve sua vida e volta a sonhar com o acesso

Like
1960
0
domingo, 20 agosto 2017
Sem categoria

Guarani e Santa Cruz poderiam protagonizar qualquer partida importante da divisão de elite do futebol nacional, de acordo com suas grandezas. Mas a realidade atual é outra e as duas equipes tiveram de se enfrentar na Série B, em partida válida pela vigésima primeira rodada da competição. E a situação de ambas não era nada boa. O Guarani, que começou a competição namorando o acesso era apenas um integrante do meio da tabela, graças a péssima sequência de sete jogos sem vencer.

Já o Santa Cruz não vivia situação muito diferente, estando a cinco jogos sem vitória e ocupando uma incômoda décima sexta posição. Como trunfos, os bugrinos contavam com a sempre companheira torcida presente no Brinco de Ouro. Os nordestinos contavam com a reestreia de Grafite após período no Atlético Paranaense. De forma frustrante, o atacante viu os zagueiros bugrinos decidirem a partida logo no início do jogo, dando um respiro ao time verde de Campinas.

 

Primeiro tempo

Logo no início do jogo Elicarlos dividiu bola com o adversário bugrino, mostrando que o jogo não seria fácil. O baque maior foi quando o volante levantou voltando ao jogo e logo em seguida viu Willian Rocha abrir o placar para o time da casa aos sete minutos, de cabeça. Sem muito tempo para respirar, os visitantes em jogada parecida tomaram outro, de novo de cabeça, apenas um minuto depois, desta vez de Ewerton Páscoa.

Decerto que não era assim que Givanildo, o experiente técnico do tricolor, queria que o jogo começasse. O Bugre foi pra cima nos minutos iniciais, pois sabia que qualquer revés poderia ser fatal na luta pelo acesso. Já o Santa Cruz após sofrer os gols teve de tomar fôlego e tentar algo, pois ainda havia oitenta minutos de jogo para que a situação fosse revertida.

Com o Santa tentando se lançar ao ataque, o Bugre sabia que a jogada aérea seria o maior aliado na noite do jogo. O Santa Cruz tinha dificuldades neste tipo de jogada, mas aos poucos começou a entrar no jogo, e após cerca de vinte e cinco minutos jogados os visitantes começaram a igualar as condições. Uma das boas chances criadas foi em falta de Anderson Salles, que cobrando falta colocou a bola próxima ao gol de Vágner do Guarani. Mas o Santa se lançava e dava espaços, o que gerou em contra ataque dos bugrinos uma bola na trave protagonizada por Bruno Nazário.

O primeiro tempo foi reflexo do que aconteceu nos dez primeiros minutos. Um Santa Cruz desorganizado teve de se lançar ao ataque pelos dois tentos sofridos logo de início, e o Bugre aproveitava-se do placar favorável para jogar no erro do adversário.

O Guarani quebrou a sequência de 7 jogos sem vitória. Foto: Paulo Arnaldo / Rádio Poliesportiva.

 

Segundo tempo

No segundo tempo o Santa pecava pela falta de calma em momentos decisivos. Logo no primeiro minuto André Luís desperdiçou uma chance incrível, o que poderia dar nova vida aos pernambucanos dentro do jogo. Givanildo então sacou Elicarlos e colocou em campo João Ananias para tentar mudar o rumo da partida. O Guarani também mudou, com Vadão sacando Rentería e Caíque para a entrada de Felipe Pará e Bruno Mendes.

O Santa Cruz seguia tentando pelo menos tirar a diferença para os donos da casa. Bruno Paulo e Grafite tentaram, sem sucesso. Grafite no primeiro jogo em sua volta mostrou que ainda precisa entrar num bom ritmo para ajudar o time do Santa Cruz a sair da situação incômoda que se encontra.

Pelo lado do Santa Cruz, Júlio Sheik ainda foi promovido a titular no lugar do experiente Léo Lima e André Luis saiu para a entrada de Augusto. No Guarani, o veterano Richarlyson também entrou no lugar de Juninho. Apesar do Santa Cruz apertar o passo, o jogo ficou nisso mesmo e o Guarani soube administrar a vitória construída nos nove primeiros minutos de jogo. Ao fim, Guarani 2, Santa Cruz 0.

 

Sequência

Agora com 31 pontos o Guarani volta a ser um dos postulantes ao acesso a Série A 2018 na sexta posição, a apenas três pontos do quarto colocado, o Ceará. De quebra o time se livrou do jejum de sete jogos com direito a quatro derrotas seguidas. Já o Santa Cruz vive seu calvário de derrotas, agora tendo cinco desaires consecutivos. Com 23 pontos, o tricolor entrou na zona de rebaixamento sendo ultrapassado pelo Luverdense e agora faz companhia ao rival Náutico abaixo da zona da água.

Daqui uma semana o Guarani embarca rumo a Florianópolis enfrentar o Figueirense, que vive situação desesperadora na Série B com apenas 21 pontos em 21 partidas. Já o Santa Cruz recebe o irregular CRB no Arruda, buscando redenção e dias melhores na competição.

Notícias e transmissões da Série B, sempre na Rádio Poliesportiva!

 

Rádio Poliesportiva

Ouça os gols de Guarani 2 X 0 Santa Cruz – narração de Paulo Arnaldo, comentários e reportagens de Rafael Régis:

Confira na íntegra a entrevista coletiva do técnico Vadão:

Narração: Paulo Arnaldo
Comentários/Reportagens: Rafael Régis
Reportagens no Pós jogo: Rafael Régis
Edição: Paulo Arnaldo / Gabriel Manzini

 

Foto de capa: Paulo Arnaldo / Rádio Poliesportiva.

 

Redator da matéria: Danilo Dias, de São Paulo.

Paulo Arnaldo do Amaral Lima

Paulo Arnaldo, paulista, CEO da Poliesportiva, jornalista, apresentador e narrador esportivo. Conhecido no meio jornalístico como P.A., Paulo Arnaldo tem vasta experiência desde 2008 no jornalismo e[...]

555 posts | 2 comments

Menu Title