Duelo difícil marcará o início do Pinheiros nos playoffs da Superliga Feminina de Vôlei

Duelo difícil marcará o início do Pinheiros nos playoffs da Superliga Feminina de Vôlei

Like
1115
0
sexta-feira, 17 março 2017
Superliga Feminina

Um dos principais temperos para vermos um ótimo jogo de vôlei é a presença de rivalidade entre clubes de diferentes estados e o embate entre times de São Paulo e Rio de Janeiro é um atrativo e tanto. Justamente por isso, a noite desta sexta-feira (17/03) promete um início de uma ótima disputa, em que o Pinheiros, jogará contra a equipe do Rio de Janeiro, nos playoffs da Superliga Feminina de Vôlei. O primeiro jogo será em São Paulo, na casa do Pinheiros, mais precisamente no Ginásio Poliesportivo Henrique Villaboim, às 21h30.

Lembramos que nesta fase da temporada 2016/2017 do torneio, as equipes irão se enfrentar numa série de três jogos, em que, quem levar a melhor em duas partidas sagra-se classificado para a próxima fase dos playoffs. A sequência, com o jogo da volta, será no próximo dia 20 de março (segunda-feira), às 21h30 e, caso haja necessidade de um terceiro jogo, de desempate, acontecerá no dia 24 de março, ainda sem horário definido.

 

Pinheiros

 

Boa vitória conquistada na última rodada da primeira fase é motivação para a equipe de São Paulo. Foto: Ricardo Bufolin/E.C. Pinheiros

A equipe mandante do primeiro jogo da disputa entre paulistas e cariocas entrará em quadra com uma missão um tanto quanto complicada, pois classificou-se como oitava na primeira fase da Superliga Feminina e irá disputar contra as líderes. Porém o que pode ser uma dificuldade, em enfrentar a equipe líder da primeira parte da disputa, pode se tornar uma chance de deixar a “briga” de igual para igual, já que terão a possibilidade de enfrentamento em até três oportunidades, para definir quem segue “viva” na competição.

Em oitavo na classificação geral, o Pinheiros fechou com 32 pontos e uma campanha de 10 vitórias conquistadas e 12 derrotas. Foram 41 os sets vencidos pela equipe paulistana nesta primeira parte do campeonato. O Pinheiros encerrou a sua série da fase classificatória com uma boa vitória sobre o Rio do Sul, com um placar de três sets a um, com as parciais de 25/22, 25/17, 23/25 e 25/20. Este resultado pode ser mais uma motivação para o Pinheiros tentar tirar a hegemonia das cariocas na Superliga.

Neste duelo disputado em São Paulo, no ginásio do Sesi, Maira saiu como grande destaque das pinheirenses, após anotar 12 pontos de ataque e ajudar a conduzir o time para uma boa vitória. Maira, que joga como ponta é natural de Itamonte, cidade do interior de Minas Gerais e pode ser mais uma das peças importantes para surpreender o time do Rio de Janeiro na segunda fase do torneio. Como prêmio por sua ótima apresentação a ponteira levou o Troféu VivaVôlei pra casa.

Além de Maira, Barbara também é destaque e pode fazer a diferença para o Pinheiros, já que está na segunda colocação, em número de pontos marcados na Superliga Feminina. São 329 pontos, ficando atrás, somente de Lorenne, do Sesi. A vantagem de Barbara está no fato de que o Sesi já não está mais na briga, pois não se classificou aos playoffs, o que dará grandes chances para a segundo oposto tomar a primeira colocação e conquistar o primeiro lugar em número de pontos convertidos.

 

Rio de Janeiro

 

Rio de Janeiro vem com tudo para a primeira partida, fora de casa, nos playoffs. Foto: Jornal Lance/Divulgação

O Rio de Janeiro, que tem Bernardinho como comandante, fez a melhor campanha da primeira fase e é favorito na disputa da primeira etapa dos playoffs a serem disputados. Nesta noite, se vencer, as “Meninas do Rio” darão um importante passo, por se tratar de um jogo fora de casa e levar a vantagem para a decisão no Rio de Janeiro, no segundo jogo, que pode ser decisivo para sagrar quem levará a classificação.

O time, que tem como destaque a oposto Monique, com 271 pontos marcados na competição, fechou a fase classificatória do torneio com boa distância para o segundo colocado, que foi o Osasco, com dez pontos a menos.

A campanha das cariocas foi a melhor e quase invicta, pois foram 61 pontos ganhos, com 21 vitórias e apenas uma derrota em todo o campeonato, em jogo perdido somente no tie break. A equipe, além das vitórias, detém expressivos 65 triunfos em sets.

Como fez melhor campanha, o Rio de Janeiro pôde escolher onde seria disputado o primeiro jogo e optou por jogar a primeira partida fora, para poder decidir em casa, em caso de empate na série dos playoffs, o Rio também poderá jogar em casa, em seu ginásio.

 

Como funcionam os playoffs da Superliga Feminina?

 

O sistema de disputa conta com a seguinte ordem: a primeira equipe na fase classificatória enfrenta a oitava (caso de Rio de Janeiro x Pinheiros), já as segundas colocadas (Osasco) disputam a vaga contra as sétimas (Fluminense), a equipe que ficou em terceiro lugar (Praia Clube) joga contra o time que ficou em sexto (Brasília) e a disputa que encerra a primeira fase dos playoffs é entre as agremiações que ficaram em quarto (Minas) contra a detentora da quinta posição (Genter Vôlei Bauru).

Os pontos vão rolar e a nossa equipe trará cada detalhe desta grande partida a partir das 21 horas, horário de Brasília, com a narração de Ramoni Artico e os comentários de Gustavo Alves, além da operação técnica, que fica a cargo de Rafael Régis. Rádio Poliesportiva, a arte do esporte.

admin

240 posts | 0 comments

Menu Title