Diário de Bordo Poliesportivo: O primeiro jogo da A2 na Javari

Diário de Bordo Poliesportivo: O primeiro jogo da A2 na Javari

1
794
0
terça-feira, 23 janeiro 2018
Futebol Brasileiro

A Rua Javari já foi palco de inúmeros jogos nas minhas andanças por estádios. Desde 2015, é um dos estádios que eu mais frequento. Mas nunca tinha ido com a equipe da Poliesportiva.  E no último domingo, no primeiro jogo do Juventus na Javari pela Série A2, contra o XV de Piracicaba, eu quebraria esse tabu.

Cheguei por volta das 8h30 e o Rafael Regis já estava no portão. Entramos no estádio e o Ramoni já nos aguardava nas cabines ao lado da Rua dos Trilhos. O tempo que estava fechado aos poucos foi abrindo e deixando inútil o guarda-chuva que havia levado. O jogo começa com as equipes trabalhando o toque de bola. Aos 15 minutos, o XV abre o placar com Everton chutando pela esquerda. O Juventus passou a ter mais posse de bola, mas não chutava à gol. Já quando era o XV que chegava à meta adversária, tinha mais chances de ampliar ao placar.

Na hora do intervalo, cumpri o tradicional batismo na Javari. Ir para a fila do cannoli. No caminho, encontrei Mario, seu pai Marcos, e o Milton, que estavam atrás de um dos gols. E a fila – como sempre – estava cheia. Esperei pacientemente minha vez e até recusei a ajuda de um amigo que estava um pouco mais à frente na fila. Como se não bastasse a demora, o sol estava forte. E após uma longa espera, peguei os cannolis e voltei para a cabine.

No segundo tempo, o Juventus fez alterações, continuou a ter o domínio de jogo, mas a bola não entrou. O XV venceu por 1 a 0 e conquistou os três primeiros pontos na competição. O Juventus teria que buscar sua primeira vitória contra o Rio Claro nesta quarta-feira (24). Mas o Estádio Dr. Augusto Schmidt Filho foi interditado e a equipe rio-clarense não apresentou alteração do local da partida. Com isso foi declarado W.O. A próxima partida do Juventus será no domingo, às 10h contra o Osasco Audax, na Javari, com transmissão da Poliesportiva. Dessa vez, espero acertar na previsão do tempo e espero saborear o cannoli sem fila.

 

Redator e foto em destaque: Bruno Filandra Lopes, de São Paulo / Rádio Poliesportiva

Bruno Filandra

Compõe a Poliesportiva desde 2017, com coberturas em decisões de Paulistão, Superliga de Vôlei, NBB, dentre outros.

144 posts | 0 comments

Comments are closed.

Menu Title