Diário de Bordo Poliesportivo: Cinco dias, sete jogos

Diário de Bordo Poliesportivo: Cinco dias, sete jogos

Like
572
0
quinta-feira, 07 junho 2018
Futebol Brasileiro
Por: Bruno Filandra Lopes, capitão do Diário de Bordo Poliesportivo, de São Paulo
Feriado prolongado e nenhuma viagem programada. O cenário perfeito para se fazer uma maratona de jogos. Que haveriam diversas partidas, eu já imaginava. Mas uma sequência diária foi uma grande surpresa. A seguir conto para vocês um pouco de cada jogo assistido entre a quarta-feira (30/05) e o domingo (03/06). Nunca tinha ido por cinco dias consecutivos aos jogos. Meu recorde eram de quatro dias no início de 2017.
São Paulo 3×2 Botafogo
A primeira partida foi na quarta-feira no Morumbi, entre São Paulo x Botafogo, pela Série A. Decidi ir um dia antes, já que o compromisso marcado para o mesmo dia e hora acabou não dando certo. Encontrei com Pucci e seu irmão Gabriel na Estação Butantã e seguimos ao estádio. Mesmo em um setor diferente ao deles, assistimos juntos, apenas com uma grade nos separando. O São Paulo dominou o primeiro tempo, mas não manteve o bom desempenho no segundo. Mesmo assim, venceu por 3×2. Na saída, encontramos Espina e fomos embora.
Corinthians 1×0 América (MG)
No feriado, almocei com a avó e depois fui para a Arena Corinthians, assistir o confronto do alvinegro contra o América (MG). Só fui ficar acompanhado com o jogo rolando, com Victor chegando e depois de se perder dos amigos. Ele só foi encontrá-los no intervalo. No jogo, o Corinthians teve mais posse de bola, mas não fez uma de suas melhores atuações. No final, vitória do Corinthians por 1×0.
Corinthians 2×1 Iranduba (AM)
Com a sexta-feira livre, não tinha como perder o confronto entre Corinthians x  Iranduba (AM), pelo Brasileirão Feminino, no Pacaembu. E algo parecido aconteceu como o que ocorreu no Morumbi. Milton e eu ficamos no setor verde, enquanto Raul e Renato estavam nas numeradas. E também só uma grade nos separava. Na partida, o Corinthians arriscou mais, enquanto o Iranduba criou melhores chances nos minutos finais, quando marcou seu gol. O Corinthians venceu por 2×1. Depois encontramos Fernando, que assistiu o jogo do gramado e subimos juntos para a Estação Clínicas.
Nacional 2×1 São José (Sub 15) e Nacional 3×0 São José (Sub 17)
O sábado começou com uma rodada dupla no Nicolau Alayon. As bases de Nacional e São José se enfrentariam pelos Paulistas Sub 15 e Sub 17. O confronto do Sub 15 começou atrasado por conta da ausência da ambulância. Mas isso não ajudou para que o Luigi pegasse o jogo do início, já que também se atrasou. O confronto foi equilibrado, mas o Nacional se saiu melhor e venceu por 2×1. Já no Sub 17, a superioridade foi da equipe da casa, que sem muitas dificuldades venceu por 3×0. Após os duelos, Luigi e eu partimos para o Pacaembu para a terceira e última partida do dia.
Centro Olímpico 0x1 Juventus
O cenário era o mesmo de um dia antes. Pacaembu com futebol feminino. Mas o campeonato e os times eram outros. Centro Olímpico x Juventus, pelo Paulista. Depois de comer um pastel na Praça Charles Miller, Luigi e eu encontramos Guadalupe no portão principal do estádio, e logo depois chegaram Milton, Pucci, Renato e Gustavo. Foi mais uma daquelas tardes em que a conversa foi mais interessante do que a partida. Em campo, Centro Olímpico 0x1 Juventus.
Portuguesa 0x10 Santos

Foto: Fernando Martinez

 

O domingo estava programado em começar com União Mogi x Guarulhos, pelo Paulista da Segunda Divisão. Mas fui vencido pelo cansaço dos últimos dias. Fui apenas ao Canindé para acompanhar Portuguesa x Santos, pelo Paulista Feminino. Junto comigo estavam Milton, Pucci, Renato, e Fernando que estava no gramado. E o que se viu em campo foi para encerrar a maratona com chave de ouro.

Com domínio absoluto das meninas do Santos, a partida terminou em 10×0 para as visitantes. E pela primeira vez, assisti uma partida que terminou com 10 no placar. O resultado me deixou muito surpreso, já que três dias antes as mesmas equipes se enfrentaram pelo Brasileirão, mas com vitória santista por 3×1. Mas saí de lá feliz, por mais um resultado histórico testemunhado.

Já em casa, era a hora de atualizar as listas com jogos e clubes assistidos. Apesar de todo o desgaste, estava satisfeito com a saga dos últimos dias. E de quebra, percebi uma marca prestes a ser alcançada: a de 500 jogos assistidos. Assim que atingi-la, farei uma edição especial do Diário.

 

Foto em destaque: Bruno Filandra Lopes / Poliesportiva

Bruno Filandra

Bruno Filandra

Compõe a Poliesportiva desde 2017, com coberturas em decisões de Paulistão, Superliga de Vôlei, NBB, dentre outros.

144 posts | 0 comments

Comments are closed.