Dia de Matchmaker – UFC 259: Blachowicz vs Adesanya

Dia de Matchmaker – UFC 259: Blachowicz vs Adesanya

2
457
0
terça-feira, 09 março 2021
UFC

O UFC 259 aconteceu no último sábado (6) com três disputas de cinturão finalizando a noite de combates. Além disso, o show teve ao todo 15 lutas com seis das dez primeiras sem ir a decisão. No card principal, vimos o cartel invicto de Israel Adesanya acabar, mais uma performance dominante de Amanda Nunes e um novo campeão dos galos graças à uma desclassificação, algo inédito. A seguir, nós iremos incorporar nossos espíritos de Sean Shelby e apresentar os próximos passos para 14 atletas do card no Dia de Matchmaker.

Por: Rafael Fernandez, do Rio de Janeiro

Jan Blachowicz x Israel Adesanya

Na luta principal do UFC 259, Jan Blachowicz derrotou Israel Adesanya por decisão unânime. No MMA é difícil se manter invicto. Adesanya visava fazer história e se tornar no quinto duplo-campeão ao mesmo tempo, mas a grande diferença de peso foi o determinante. O nigeriano naturalizado neozelandês até começou bem o confronto, mas ao passar do tempo não conseguiu impedir as quedas ou causar dano no polonês. Os dois últimos rounds foram os mais claros da peleja, nos quais Blachowicz dominou completamente o desafiante.

Essa foi a quinta vitória seguida e a primeira defesa de título de Blachowicz. Assim, o próximo passo é bem claro e deve ser contra Glover Teixeira, o desafiante número um dos meios-pesados. Para Adesanya, essa foi a primeira derrota na carreira após 20 triunfos. Ele deve retornar para os médios e defender o cinturão, mas não descartou subir novamente no futuro. Então, sua próxima defesa deve ser contra Robert Whittaker, se o australiano derrotar Paulo Borrachinha em abril.

Amanda Nunes x Megan Anderson

Na co-luta principal do UFC 259, Amanda Nunes finalizou Megan Anderson com triângulo/armlock no primeiro round. Mais um combate, mais uma performance dominante da maior lutadora de todos os tempos. Dessa vez, mal deu para suar. Desde o início, os golpes da brasileira já deixavam a australiana desconfortável e sem base. Não demorou até o knockdown vir e logo em seguida, a Leoa encaixou um triângulo/armlock pelos três tapinhas.

Essa foi a décima segunda vitória seguida e a segunda defesa do cinturão dos penas da Amanda, além de quatro defesas do título dos galos. Assim, naturalmente que ela defenda no peso galo agora, já que não possui mais desafiante no peso pena. Então, o próximo passo deve ser um confronto contra a vencedora entre Holly Holm e Julianna Peña ou uma terceira luta com Valentina Shevchenko, se a campeã dos moscas derrotar Jéssica Andrade. Para Anderson, é complicado dizer uma futura oponente porque ela enfrentou basicamente todo mundo que tinha na categoria dos penas. Assim, o que sobre é encarar quem perder entre Felicia Spencer e Danyelle Wolf.

Petr Yan x Aljamain Sterling

Na disputa de cinturão dos galos, Aljamain Sterling derrotou Petr Yan por desclassificação no quarto round. É a primeira vez na história do UFC que um cinturão é vencido desse jeito. Sterling começou o combate com um ritmo muito intenso, com uma pressão forte em cima do russo. Entretanto, ao longo do tempo, esse estilo provou difícil de manter durante um combate de cinco rounds. Sterling acabou bem desgastado e por mais que continuasse lutando bem, Yan tomou o controle do confronto. Então, devido a um erro de comunicação ou noção das regras do córner do russo, Petr acertou uma joelhada completamente ilegal no americano que estava de joelhos. Aljamain não conseguiu voltar para a luta e se tornou o campeão.

Essa foi a sexta vitória seguida de Sterling, que se torna o primeiro campeão jamaicano do UFC. Assim, o próximo passo tem que ser uma revanche com  Petr Yan, o combate estava ótimo e necessita de um resultado claro. Essa foi a primeira derrota de Yan no UFC, após sete triunfos. Então, como falamos acima, a revanche com Aljamain Sterling deve ser a próxima luta do russo.

Islam Makhachev x Drew Dober

Entre os leves do UFC 259, Islam Makhachev finalizou Drew Dober com um katagatame no terceiro round. O sucessor de Khabib Nurmagomedov teve uma performance de Khabib Nurmagomedov. Makhachev sabia dos perigos que Dober trazia na trocação, então focou nas quedas e no grappling. Quase finalizou logo no primeiro com um armlock, mas a finalização veio no último round. Com um Drew Dober bem cansado, o russo nem encaixou o katagatame totalmente e conseguiu a desistência do oponente.

Essa foi a sétima vitória seguida de Makhachev, que não lutava desde setembro de 2019. Assim, o próximo passo deve ser um confronto contra Rafael dos Anjos. A derrota interrompeu a sequência de três triunfos por nocaute seguidos de Dober. Então, para se recuperar, um combate contra Rafael Fiziev seria bem interessante.

Thiago Santos x Aleksandar Rakic

Entre os meios-pesados, Aleksandar Rakic derrotou Thiago Santos por decisão unânime. Talvez essa seja a única luta que decepcionou na noite de sábado. A decepção vem muito da falta de ação do brasileiro, pois isso já era esperado do austríaco que leva muito os combates no “banho maria”. Marreta, como é apelidado, não pressionou e nem teve as explosões que costuma dar até em pelejas que perdeu. Rakic se aproveitou da falta de ofensividade para controlar com o jab, no clinch e ganhar uma decisão unânime dos juízes.

Essa foi a segunda vitória seguida de Rakic, após uma derrota para Volkan Oezdemir em dezembro de 2019. Assim, o próximo passo deve ser um confronto contra o vencedor entre Dominick Reyes e Jiri Prochazka. Essa foi a terceira derrota seguida de Marreta, que não vence desde fevereiro de 2019 quando derrotou o atual campeão da categoria. Então, para se recuperar, um combate contra Volkan Oezdemir seria interessante.

Rogério Bontorin x Kai Kara-France

Entre os moscas do UFC 259, Kai Kara-France nocauteou Rogério Bontorin no primeiro round. Uma das maiores reviravoltas da noite. Após o brasileiro dominar quase o round inteiro e passar minutos nas costas do neozelandês, Kara-France escapou e acertou golpes fortíssimos que fizeram Bontorin cair nocauteado. Teve um princípio de confusão, pois o árbitro não interrompeu da forma mais claro, porém o resultado não teve dúvida.

 O neozelandês se recuperou da derrota para Brandon Royval em setembro do ano passado. Assim, o próximo passo deve ser um confronto contra Tim Elliott. Essa foi a segunda derrota seguida de Bontorin. Então, para se recuperar, um combate contra Tyson Nam seria interessante.

Lívia Souza x Amanda Lemos

No peso palha, Amanda Lemos derrotou Lívia Souza por nocaute técnico no primeiro round. No duelo de brasileiras, a favorita foi surpreendida. Livinha não aguentou a velocidade e o ótimo boxe da Amandinha. Depois de dois knockdowns no primeiro round, a ex-campeã do Invicta sucumbiu e só esperou o árbitro interromper o combate.

Essa foi a terceira vitória seguida de Amanda, que entra no top 15 da categoria. Assim, o próximo passo deve ser um confronto contra a compatriota Amanda Ribas ou Felice Herrig. Essa foi a segunda derrota nas últimas três lutas da Livinha. Então, para se recuperar, um combate contra Mizuki Inoue ou Miranda Granger.

Próximos Passos

Portanto, esse foi o Dia de Matchmaker para 14 atletas do card do UFC 259. Enfim, o UFC retorna no próximo sábado (13) com o UFC Vegas 21: Edwards x Muhammad.

Foto destaque: Reprodução/SkySports.com

Rafael Fernandez

Meu nome é Rafael Fernandez, tenho 21 anos, curso jornalismo na PUC-RIO e atualmente estou no 7º período. Possuo um blog sobre MMA chamado de Troca de Faixa, além de ser redator do site MMA Brasil[...]

41 posts | 0 comments

Comments are closed.

Menu Title