Dia de Matchmaker – UFC 258: Usman x Burns

Dia de Matchmaker – UFC 258: Usman x Burns

1
390
0
quarta-feira, 17 fevereiro 2021
UFC

O UFC 258 aconteceu no último sábado (13) com um evento capitaneado por um show do campeão meio-médio (até 77kg). Kamaru Usman superou adversidades cedo e derrotou o parceiro de treinos Gilbert Burns na luta principal. Além disso, Alexa Grasso foi estraga-prazeres na volta de Maycee Barber e Kelvin Gastelum voltou a vencer. A seguir, nós iremos incorporar nossos espíritos de Sean Shelby e apresentar os próximos passos para 16 atletas do card no Dia de Matchmaker.

Por: Rafael Fernandez, do Rio de Janeiro

Kamaru Usman x Gilbert Burns

Na luta principal, Kamaru Usman derrotou Gilbert Burns por nocaute técnico no terceiro round. O Burns endureceu a parada para o campeão logo nos primeiros 30 segundos de luta, quando um poderoso overhand derrubou Usman. Entretanto, o nigeriano conseguiu remontar e no segundo round deu um knockdown em Burns. No próximo assalto, só foi necessário um forte jab e um duro ground & pound para acabar com Burns.

Usman vence a décima terceira seguida no octógono, a terceira defesa de seu cinturão. O próximo passo deve ser um confronto contra Leon Edwards ou Colby Covington. Para Burns, essa foi a primeira derrota dele na divisão dos meios-médios. Então, para começar a nova escalada para o título, Burns deve enfrentar Jorge Masvidal ou Stephen Thompson.

Maycee Barber x Alexa Grasso

Na co-luta principal, Alexa Grasso derrotou Maycee Barber por decisão unânime. A mexicana sacramentou sua posição no alto escalão da divisão ao controlar a muito promissora americana. Em suma, a técnica foi o grande diferencial entre as duas lutadoras. Grasso possui um boxe muito mais afiado e conseguiu acertar facilmente a adversária que costumava estar com a guarda aberta. Além disso, quando o combate foi para o sol, ela conseguiu pegar as costas da oponente. Barber mesmo com a derrota demonstrou garra e determinação, além disso a jovem ainda tem muito o que evoluir.

Essa foi a segunda vitória seguida de Grasso desde de sua subida para o peso mosca. Assim, o próximo passo deve ser contra Jessica Eye ou Roxanne Moddaferi. Enquanto a mexicana engata uma sequência, Barber amarga a segunda derrota na carreira. A jovem de 22 anos irá evoluir muito ainda, mas é necessário dar um passo para trás. Um confronto contra Maryna Moroz ou Taila Santos seria interessante.

Kelvin Gastelum x Ian Heinisch

Entre os médios, Kelvin Gastelum derrotou Ian Heinisch por decisão unânime. Num combate bem movimentado, Gastelum retornou às raízes do wrestling para voltar ao caminho das vitórias. A luta foi recheada de raspagens e mudanças de posição, mas quase sempre era o vencedor do The Ultimate Fighter que acabava por cima. Heinisch até acertou bons golpes e pegou as costas em um momento do terceiro round, mas sempre estava um passo atrás.

Essa foi a primeira vitória de Gastelum após uma sequência de três derrotas. Assim, o próximo passo deve ser um confronto contra quem perder entre Uriah Hall e Chris Weidman. Para Heinisch, essa foi terceira derrota nas últimas quatro lutas.Então, o americano deve enfrentar Brendan Allen ou Karl Robertson no próximo confronto.

Ricky Simon x Brian Kelleher

Entre os penas, Ricky Simon derrotou Brian Kelleher por decisão unânime. Uma luta de um lutador só. Simon impôs seu jogo e controlou com rápidos golpes em pé, um quedas em momentos exatos e uma pressão imparável. Kelleher não demonstrou nenhuma resposta a rapidez e controle do octógono do adversário, além disso teve que aguentar um corte profundo na sobrancelha desde os primeiros segundos de combate.

Dada a proximidade com o último combate, essa foi a estreia de Simon na categoria dos penas, entretanto ele deve continuar no peso galo. Assim, o próximo passo deve ser um confronto contra Cody Stamann ou Marlon Vera. Desde a sua subida para os penas, Kelleher apresenta pelejas bem movimentadas e emocionantes. Com a derrota, ele continua no pelotão mais embaixo da divisão então, então, um duelo contra Chase Hooper ou Mario Bautista seria interessante.

Maki Pitolo x Julian Marquez

Entre os médios, Julian Marquez derrotou Maki Pitolo por finalização com um triângulo de mão (anaconda choke) no terceiro round. Após quase três anos longe do octógono, Marquez retorna com uma reviravolta espetacular. Ele foi controlado por boa parte do tempo no chão e não conseguia evitar as quedas de Pitolo. Entretanto, ele não parou de pressionar e continuou em cima do jovem havaiano, que estava exausto no terceiro round depois de se desgastar tanto no grappling. Com o oponente cansado, o americano acertou bons golpes que fizeram Maki tentar uma queda e numa posição ótima para Marquez encaixar um triãngulo de mão para finalizar o combate.

Além de ser o retorno, também foi a recuperação de Marquez que havia perdido o último combate. Assim, o próximo passo deve ser um confronto contra Andre Muniz ou Tom Breese. Já Pitolo viu a sua sequência de derrotas aumentar para três dentro da organização.Então, muito provavelmente ele será demitido e o próximo passo deve ser no PFL ou Bellator.

Rodolfo Vieira x Anthony Hernandez

Entre os médios, Anthony Hernandez finalizou Rodolfo Vieira com uma guilhotina no segundo round. A surpresa da noite! O campeão mundial de jiu-jitsu foi surpreendido e bateu para uma guilhotina do americano. Claro que antes da finalização teve toda a circunstância para chegar até ali. O brasileiro se desgastou demais no primeiro round com diversas quedas e tentativas de finalização. Isso minou o condicionamento físico e no segunda assalto, ele estava completamente exausto. Foi alvo fácil para os golpes de Hernandez que o castigou. Machucado e cansado, Rodolfo tentou uma queda desesperada e foi finalizado.

Hernandez se recupera da derrota para Kevin Holland em maio do ano passado. Com a vitória, o jovem consegue um pouco de hype na categoria e deve enfrentar Alessio Di Chirico em seu próximo passo. Essa foi a primeira derrota na carreira do brasileiro, que até esse momento não havia sofrido em nenhuma das lutas. Próxima parada: um confronto contra Wellington Turman com ambos em busca da recuperação.

Belal Muhammad x Dhiego Lima

Entre os meios-médios, Belal Muhammad derrotou Dhiego Lima por decisão unânime. O brasileiro não teve resposta e manteve as costas a luta inteira contra a grade. Muhammad o pressionou e o castigou com duros golpes que Dhiego não conseguia contragolpear. Para piorar, o americano variava a estratégia com boas quedas o que manteve Lima acuado durante todos os rounds.

Essa foi a quarta vitória seguida de Muhammad que tenta se aproximar ao top 15 da divisão. Assim, o próximo passo deve ser um confronto contra Niko Price ou Muslim Salikhov. Com a derrota, o brasileiro vê a sua sequência de três triunfos ser interrompida. Então, um combate contra Alex Morono seria interessante como próximo passo.

Polyana Viana x Mallory Martin

No peso palha, Polyana Viana finalizou Mallory Martin com uma chave de braço no primeiro round. A brasileira teve uma noite rápida no octógono. Ela estava pior na trocação, recebendo bons golpes da americana. Entretanto, Martin cometeu o erro de ir para o chão e a partir daí, foi finalização atrás de finalização. Eventualmente, Polyana encaixou o armlock e logo em seguida, os três tapinhas vieram.

Essa foi a segunda vitória seguida da brasileira. Assim, o próximo passo deve ser contra Ashley Yoder ou Cory McKenna. Essa foi a segunda derrota em três lutas na organização para Mallory Martin. Em seu próximo confronto, ela deve enfrentar Emily Whitmire ou Sam Hughes.

Próximos Passos

Em suma, esse foi o Dia de Matchmaker para 16 atletas do card do UFC 258. Enfim, o UFC retorna no próximo sábado (20) com o UFC Vegas 19: Blaydes x Lewis.

Foto destaque: Reprodução/MMA Fighting

 

Rafael Fernandez

Meu nome é Rafael Fernandez, tenho 21 anos, curso jornalismo na PUC-RIO e atualmente estou no 7º período. Possuo um blog sobre MMA chamado de Troca de Faixa, além de ser redator do site MMA Brasil[...]

41 posts | 0 comments

Comments are closed.

Menu Title