Dia de Matchmaker – UFC 254: Khabib x Gaethje

Dia de Matchmaker – UFC 254: Khabib x Gaethje

1
110
0
terça-feira, 27 outubro 2020
Lutas

O UFC 254 aconteceu no último sábado (24) e nos chocou com uma das aposentadorias menos esperada de todos os tempos. Além disso, tivemos um combate para definir o próximo desafiante de Israel Adesanya e diversas outras lutas que movimentaram a tarde de sábado. A seguir, nós iremos incorporar nossos espíritos de Sean Shelby e apresentar os próximos passos de 10 atletas do card no Dia de Matchmaker.

Por: Rafael Fernandez, do Rio de Janeiro.

Khabib Nurmagomedov x Justin Gaethje

Na luta principal, Khabib Nurmagomedov finalizou Justin Gaethje com um triângulo no segundo round. O russo não para de impressionar a todos a cada combate. Com uma pressão constante e sufocante, ele cansou Gaethje com seus golpes na trocação e conseguiu derrubar facilmente assim que o americano estava desgastado fisicamente. Então no segundo assalto, Khabib derrubou rapidamente e tranquilamente montou. Na sequência, encaixou um triângulo e pôs o desafiante para dormir.

O russo chocou a todos ao pendurar as luvas na entrevista pós-luta. Ele explicou que fez uma promessa a mãe que aquela seria a sua última luta e que ele não seguiria a carreira sem seu pai, que morreu vítima do Covid-19. Nós da Rádio Poliesportiva desejamos uma boa aposentadoria ao atleta. Enquanto Khabib se aposenta, o cinturão ficará vago. Gaethje mesmo com a derrota, continua como um dos principais nomes para conquistar o cinturão. Seu próximo passo seria um confronto contra o estreante Michael Chandler.

Robert Whittaker x Jared Cannonier

Na co-luta principal, Robert Whittaker derrotou Jared Cannonier por decisão unânime. Num combate muito movimentado, o australiano levou a vantagem graças ao maior volume de golpes. Cannonier até acertou bons chutes ao decorrer da luta, mas seus ataques eram bem menos constantes. Talvez o fato de Whittaker ter quebrado o braço do americano com o primeiro chute tenha ajudado. Enfim, o ex-campeão quase acabou com a luta no terceiro round, mas Jared conseguiu sobreviver.

Com a vitória, Whittaker soma duas vitórias contra tops da categoria em três meses mas sua derrota para Adesanya ainda não completou um ano. Por isso, pensamos ser melhor ele enfrentar Jack Hermansson, se o mesmo vencer seu próximo combate, para definir o próximo desafiante. Enquanto para Cannonier, ele terá que descer alguns degraus e ficar um tempo afastado para recuperar a lesão no braço. Seu próximo passo seria um confronto contra Paulo Borrachinha ou Derek Brunson.

Alexander Volkov x Walt Harris

Ademais, entre os pesados, Alexander Volkov derrotou Walt Harris por nocaute técnico no segundo round. Num combate bem morno, o russo não teve dificuldades para controlar o americano. Ele manteve o Harris na longa distância e o minou com bons golpes retos e no xcorpo. Enfim, um chute frontal acertou o fígado de Walt que sentiu e fez o árbitro interromper a luta.

Volkov se recupera da derrota para Curtis Blaydes em junho e se aproxima novamente do top 5 da categoria. Um confronto interessante seria contra Júnior Cigano. Já Harris sofreu a sua segunda derrota seguida, ele tinha perdido para Alistair Overeem em maio. Seu próximo passo deve ser um confronto contra Augusto Sakai ou Blagoy Ivanov.

Stefan Struve x Tai Tuivasa

Na última luta do card preliminar, Tai Tuivasa nocauteou Stefan Struve no primeiro round. O jovem australiano precisava vencer urgentemente se quisesse manter seu lugar no UFC. Então, ele mostrou uma evolução considerável e não foi tão afobado quanto em combates passados. Além disso, ele estava bem mais em forma. Struve não aguentou o poder de nocaute de Tuivasa e sucumbiu no último segundo do primeiro assalto.

Portanto, com a vitória, Tuivasa interrompeu a sequência de três derrotas e se mantém vivo na organização. Um bom próximo passo seria contra o vencedor do combate entre Andrei Arlovski e Tanner Boser. Para Struve, esse foi o seu quinto revés nos últimos seis confrontos. Para nós, o melhor seria que o veterano holandês se aposentasse, mas uma peleja contra Phillipe Lins seria interesse se ele continuar a lutar.

Shavkat Rakhmonov x Alex Cowboy

Por fim, na única luta de um brasileiro no card, Alex Cowboy foi finalizado por Shavkat Rakhmonov com uma guilhotina no primeiro round. O brasileiro até teve os seus momentos no combate, acertou bons combates. Entretanto, Rakhmonov suportou e acertou um belo cruzado de direita. Cowboy sentiu e deixou o pescoço exposto para a guilhotina.

Uma estreia excelente de Rakhmonov, o invicto cazaque pode ser uma nova força para a divisão dos meios-médios. Pensamos num combate contra Daniel Rodríguez como seu próximo passo. Enquanto um sobe na categoria, outro não sabe o seu futuro nela. Cowboy não bateu o peso e não sabe se terá que subir de peso. Além disso, essa foi a quarta derrota nas últimas seis lutas. Para o próximo passo, pensamos num confronto contra Tim Means.

Proxímos Passos

Em suma, esse foi o Dia de Matchmaker para 10 atletas do card do UFC 254. Enfim, o UFC terminou sua estadia na Ilha da Luta e retorna no próximo sábado (31) com o UFC Vegas 12: Hall x Silva, na volta ao centro Apex em Las Vegas e a última luta na carreira de Anderson Silva.

Foto destaque: Reprodução/newsday.com

Rafael Fernandez

Rafael Fernandez

Meu nome é Rafael Fernandez, tenho 21 anos, curso jornalismo na PUC-RIO e atualmente estou no 7º período. Possuo um blog sobre MMA chamado de Troca de Faixa, além de ser redator do site MMA Brasil[...]

23 posts | 0 comments

Comments are closed.