Desafio: Dorival Júnior assume o São Paulo e luta para afastar a crise no Tricolor

Desafio: Dorival Júnior assume o São Paulo e luta para afastar a crise no Tricolor

Like
1296
0
terça-feira, 11 julho 2017
Brasileirão Série A

Décimo nono colocado, apenas onze pontos ganhos, em doze jogos disputados. O aproveitamento é de 30,6%.  Esses números assustam a diretoria e também o torcedor são-paulino, com somente um terço das partidas do campeonato brasileiro já disputadas.  E por conta do baixo rendimento da equipe, a diretoria do São Paulo dispensou o ídolo Rogério Ceni, e trouxe o experiente Dorival Júnior para comandar o time.  E o treinador terá muito trabalho pela frente.

Dorival é o quinto treinador a comandar a equipe na gestão Leco. Pelo banco de reservas do São Paulo já passaram Doriva, Edgardo Bauza, Ricardo Gomes e Rogério Ceni – excluindo-se os interinos. A rotatividade no banco de reservas é diretamente proporcional aos integrantes da diretoria de futebol.  Na gestão tricolor iniciada por Carlos Miguel Aidar, com Leco saindo da vice-presidência e assumindo o clube, nada menos do que oito diretores comandaram o futebol da equipe.

José Eduardo Chimello, Ataíde Gil Guerreiro, Rubens Moreno, Gustavo Vieira de Oliveira, Marco Aurélio Cunha, Luiz Antônio da Cunha, José Jacobson Neto e José Alexandre Médicis da Silveira. Todos também foram nomeados por Leco para a diretoria de futebol.  Depois da reeleição do presidente, aconteceram novas mudanças estruturais na diretoria. Por conta disso, cargos foram extintos, e Vinícius Pinotti assumiu o futebol do clube.

Além das mudanças administrativas, alterações no elenco de jogadores também dificultaram o trabalho dos treinadores, em relação à formação da equipe.  Desde maio, Luiz Araújo, Thiago Mendes e Maicon deixaram o clube.  Em compensação, Denílson, Petros, Robert Arboleda e Jonathán Gomez foram contratados. O aproveitamento da equipe de futebol na gestão Leco é um dos mais baixos da história do clube, com 47,7%

D0rival Júnior assume o São Paulo para tirar o time da crise. FOTO: Rubens Chiri – Site Oficial do São Paulo F.C

Mas o novo treinador assume a equipe com discurso otimista.  Dorival afirmou que assumir o São Paulo é um dos maiores desafios que ele encontrará em sua carreira de técnico de futebol, e espera que o elenco esteja mais estável sob seu comando.”  Temos um bom elenco.  Dentro das necessidades do mercado, é preciso cessar as conversas de entradas e saídas de jogadores. Isso quebra a confiança do grupo”; explicou o novo comandante são-paulino.

Entretanto, Dorival terá que conviver com essas instabilidades. O zagueiro Rodrigo Caio tem proposta do Zenit da Rússia, enquanto o meia Cueva também recebeu sondagens do futebol turco. Mas o técnico afirmou que seu objetivo é motivar os atletas, e respeitar as cores do clube. ” Um profissional do São Paulo tem de se sentir motivado em todos os aspectos e a instituição deve ser respeitada e preservada “; ressaltou Dorival.  Ao lado do treinador, chegam o auxiliar Lucas Silvestre, o preparador físico Celso Resende e o analista Léo Porto. Além disso, existe também a possibilidade do treinador Paulo Autuori, que comandou o time no título da Libertadores e no Mundial de Clubes em 2005, chegar para assumir o cargo de Supervisor de Futebol.  O presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, aprovou a ideia e ainda estuda a viabilidade de colocá-la em prática.

Abaixo, ouça o técnico Dorival Júnior falar sobre suas perspectivas de trabalho no São Paulo.

 

Ivan Luis Marconato Rocha

Jornalista profissional diplomado desde 1998, e pós graduado em Jornalismo esportivo e negócios do esporte. Atua em webrádio desde 2012. Já trabalhou em jornal de bairro, e por 10 anos na NET Serv[...]

311 posts | 3 comments

Menu Title