Dallas Mavericks 2011: o anel da NBA comandado por Nowitzki

Dallas Mavericks 2011: o anel da NBA comandado por Nowitzki

Like
163
0
segunda-feira, 02 novembro 2020
Basquete

Esta edição da coluna Step-back na história contará mais sobre uma das conquistas mais interessantes e emocionantes da história da NBA. Dessa forma, em 2011, o Dallas Mavericks conseguiu seu primeiro e único anel, mas com um grande enredo por trás. O time não era um dos grandes cotados para o título, mas derrubou grandes gigantes e superou elencos vastos para atingirem a marca. Além disso, tinha um plantel muito experiente, com o comando do alemão Dirk Nowtizki, um dos maiores estrangeiros da história da liga.

Por Caíque Ribeiro, de São Paulo-SP

TEMPORADA REGULAR DO DALLAS MAVERICKS

A saber, a temporada 2010-11 tinham grandes elencos, e times de pesos naquela disputa. Primeiramente, o Los Angeles Lakers era o atual campeão da competição e ainda tinha no elenco nomes como Pau Gasol e Kobe Bryant. Fora o excelente técnico Phil Jackson. Além disso, o San Antonio Spurs tinha jogadores como Tim Duncan, Tony Parker e Manu Ginobli. No outro lado, na Conferência Leste, tinha o Boston Celtics, atual vice-campeão e dois times emergentes. O Chicago Bulls com Derrick Rose, Taj Gibson, Joakim Noah e outros.

E por fim, o grande Miami Heat, com LeBron James, Dwayne Wade, Chris Bosh e já comandado pelo técnico Erik Spoelstra. Mas claro, o elenco do grande campeão era um time muito competitivo. Jogadores estrangeiros e norte-americanos experientes estavam no plantel da franquia texana. Nomes como Jason Terry, Jason Kidd, e claro, os europeus. Peja Stojaković e principalmente o alemão Dirk Nowtizki, eram atletas que impressionavam em Dallas. O time era comandado por Rick Carlisle.

Na temporada regular, o Dallas Mavericks terminou na 3ª posição na Conferência Oeste com 56 vitórias e 25 derrotas. A saber, foi a mesma campanha do Los Angeles Lakers, mas que mesmo assim ficou com a 2ª posição. Em sua divisão, os texanos ficaram atrás apenas do San Antonio Spurs, que obtiveram 61 vitórias e 25 derrotas. Além disso, os Spurs foram campeões do Oeste naquela ocasião. Enfim, com média de 23 pontos por jogo, Dirk Nowitzki foi o cestinha dos Mavericks na temporada regular.

A PÓS-TEMPORADA 

Com o 3º lugar na temporada regular, o Dallas Mavericks iria enfrentar o Portland Trail Blazers na primeira rodada dos playoffs. A franquia texana tinha a vantagem do mando de quadra. Nessa fase da competição, os comandados de Rick Carlisle venceram a série por 4 x 2 e derrotaram a equipe de Oregon, que na época tinha como grande conhecido LaMarcus Aldridge, hoje em San Antonio. Dessa forma, Dirk Nowitzki e companhia partiram para enfrentar o atual campeão, Los Angeles Lakers.

A expectativa era de uma série equilibrada, já que ambos os times tiveram a mesma campanha na temporada regular. Mas o que se viu foi algo totalmente diferente. O jogo 1 teve grande equilíbrio e terminou com vitória de Dallas por apenas dois pontos e Kobe como cestinha com 36 pontos. Porém, após isso, os três jogos seguintes foram um passeio dos Mavericks. No jogo 3, vitória por 93 x 81 com 32 pontos de Dirk Nowitzki. Enfim, na partida 4, para concretizar a varrida, um sonoro 122 x 86 com 32 pontos de Jason Terry vindo do banco.

Na final da Conferência Oeste, duas equipes que não eram esperadas na decisão. Isso, porque o San Antonio Spurs vacilou logo na primeira rodada e foi eliminado pelo Memphis Grizzlies. O time do Tennessee parou na talentosa equipe do Oklahoma City Thunder, que tinha nomes como James Harden, Russell Westbrook e Kevin Durant. Entretanto, Dirk Nowtizki comandou a série, que terminou em 4 x 1 para Dallas. Os destaques ficam para os 48 pontos do alemão no jogo 1 e a média de mais de 30 pontos por partida na série. Os texanos chegaram a sua segunda final na história.

A GRANDE FINAL: DALLAS MAVERICKS X MIAMI HEAT

A franquia de Miami tinha montado um plantel absurdamente bom para voltar a conquistar o troféu Larry O’Brien. Curiosamente, sua primeira conquista foi em 2006, em cima justamente dos Mavericks, ou seja, para Dallas era uma questão de “vingança”. A começar na primeira partida em Miami, Dirk foi até o cestinha com 27 pontos, mas a vitória foi do Heat. Entretanto, o papel se inverteu no jogo 2. Dwayne Wade fez 36 pontos, mas não evitou a derrota por 95 x 93.

Na sequência, da série, Miami voltou a ficar na frente com um 2 x 1, mas novamente Dirk Nowtizki havia sido o cestinha da partida com 36 pontos. A partir daí, só deu Dallas. Com três vitórias seguidas, calando a American Airlines Arena no jogo 6 com vitória por 105 x 95 e 27 pontos de Jason Terry, os Mavericks venciam a série por 4 x 2, derrotavam LeBron James e companhia e enfim, conquistavam o seu primeiro e único título da NBA.

CURIOSIDADES DA CONQUISTA

Nessa temporada, e nessa conquista do Dallas Mavericks, alguns tópicos podem ser destacados. O primeiro deles é que o Dallas Mavericks impôs a primeira varrida na carreira de Phil Jackson. Tanto em Chicago, como em L.A o lendário técnico jamais havia tomado um 4 x 0 em playoffs. Outro ponto é que Rick Carlisle entrava para uma seleta lista de vencedores como jogador e técnico da NBA. O ex-jogador havia conquistado um anel em 1986, pelo Boston Celtics. Enfim, a importância de Dirk Nowtizki foi tanta nos playoffs, que teve média de 28 pontos na pós-temporada e estabeleceu um recorde no jogo 1 contra OKC: 24 lances livres seguidos sem errar.

VEJA TAMBÉM: RESUMO DA SÉRIE FINAL ENTRE DALLAS X MIAMI

Foto destaque: Reprodução/Reuters

Caíque Ribeiro

Caíque Ribeiro

Olá, sou o Caíque e tenho 20 anos e uma paixão imensa por esportes. Resolvi me tornar jornalista esportivo por esse amor e ter um compromisso de trazer a informação mais próxima de você leitor.[...]

130 posts | 0 comments

Comments are closed.