Da Costa vence o eletrizante ePrix de Mônaco

Da Costa vence o eletrizante ePrix de Mônaco

Like
305
0
sábado, 08 maio 2021
Automobilismo

Em uma prova espetacular, com disputas emocionantes do começo até o fim, Da Costa venceu ultrapassando Evans na última volta do ePrix de Mônaco. Com um traçado semelhante ao da F1, a Fórmula E disputou a corrida que acontece de dois em dois anos nas ruas do principado.

Por: Carol Sales, de Frei Miguelinho – PE

Largada

Da Costa manteve a liderança em uma largada limpa. No entanto, ainda na primeira volta, alguns pilotos do pelotão intermediário se envolveram em uma confusão. Sims foi o mais prejudicado e teve que abandonar. Com isso, teve bandeira amarela por um curto período de tempo.

Com cinco minutos passados do ePrix de Mônaco, as posições dos seis que disputaram a superpole se manteram: Da Costa, Frijns, Evans, Vergne, Gunther e Rowland. Frijns, por sua vez, não desgrudou do atual campeão da categoria e tomou a liderança com uma manobra inteligente. As ruas de Mônaco são apertadas, e isso contribuiu para que ninguém conseguisse abrir uma vantagem considerável. Vergne e Evans travaram uma disputa acirrada pela terceira posição, conquistada pelo piloto da Jaguar.

Em seguida, a liderança voltou para as mãos de Da Costa, devido a Frijns passar pela zona de ativação do Modo Ataque. A partir daí, o piloto da Techeetah continuou a ser caçado pelo da Virgin, com direito a um toquezinho na traseira do atual campeão da FE. Como da Costa usou o Modo Ataque primeiro, ficou com menos potência antes e foi ultrapassado.

Em uma grande prova da Techeetah, tanto Vergne quanto da Costa estavam oscilando, mas sempre nas primeiras posições. Vergne guardou um pouco mais o seu segundo uso do Modo Ataque e com 20 minutos para o fim foi ultrapassado por Gunther e caiu para quarto.

Um novo líder e batida em seguida

A disputa pela liderança até os 15 minutos finais se concentrou entre Frijns e da Costa. No entanto, com Frijns já tendo usado o Modo Ataque duas vezes, perdeu a liderança para da Costa. Além disso, o holandês perdeu a P2 para Evans, que foi com tudo e rapidamente virou líder. Logo em seguida, Rast ficou sem espaço após disputar posição com Cassidy e bateu. Com isso, o safety car entrou na pista e ficou até os pouco mais de 6 minutos finais do ePrix de Mônaco.

Relargada

Vergne passou pelo Modo Ataque pela segunda vez, caiu para oitavo, mas passou Bird em seguida No entanto, o francês perdeu muito tempo atrás de Cassidy. Na frente, Evans manteve a liderança, com da Costa, Frijns e Gunther na cola. Com menos de 2 minutos restantes, da Costa investiu ainda mais para tentar pegar a liderança de volta, mas não conseguiu.

Perto do cronômetro zerar, teve mais uma bandeira amarela, só em parte da pista. Numa manobra espetacular, da Costa passou Evans caminhando para o fim da última volta e venceu. Já Frijns também conseguiu passar o piloto da Jaguar e terminou em segundo. Já Vergne conseguiu um ponto extra pela volta mais rápida da corrida.

Foto em destaque: Fórmula E/divulgação

Carol Sales

Estudante de jornalismo, curiosa e aberta a novos desafios. Apaixonada por esportes, tendo uma relação especial com o automobilismo desde pequeninha. Instagram: @carol.sales_

37 posts | 0 comments

Comments are closed.

Menu Title