Corinthians: a irregularidade longe do Wlamir

Corinthians: a irregularidade longe do Wlamir

1
151
0
domingo, 12 abril 2020
Basquete

Paralisado desde o dia 15 de março pelo surto do novo coronavírus, o NBB ainda não tem data para voltar. Todavia, uma coisa é certa: a competição será retomada na fase dos playoffs. Mesmo com essa inesperada mudança, a regra desse mata-mata não foi alterada. Desse modo, os quatro primeiros colocados, dos 12 clubes classificados, já estão garantidos nas quartas de final. Mas a campanha do Corinthians fará a equipe trilhar o caminho mais longo no mata-mata.

CAMPANHA DO TIMÃO

1º TURNO

Por certo, a equipe do Parque São Jorge não teve um bom início de temporada. Afinal os comandados de Bruno Savignani venceram apenas dois dos cinco primeiros jogos no certame, contra Bauru e São José, respectivamente. Entretanto, os alvinegros mostraram uma boa evolução na sequência do campeonato. Ou seja, conquistaram seis triunfos consecutivos, batendo Botafogo, Rio Claro, Paulistano, Basquete Cearense, UNIFACISA e Pato. Vale lembrar os passeios encima do Fogão e da equipe paraibana, onde o Corinthians venceu por 102 x 76 e 91 x 75, nesta ordem. Já na reta final do 1º turno houve uma vísivel queda de rendimento, com quatro reveses em quatro partidas.

2º TURNO

Após a perder o título da Liga Sul-Americana diante do Botafogo, o Corinthians viu seu desempenho cair novamente. Desse modo, sucumbiram também na Copa Super 8, só que contra o tradicional Flamengo. Contudo, os triunfos encima do São José e Cearense, logo no retorno do NBB, esboçou uma reação alvinegra. Mas tal guinada não saiu do papel.

Prova disso, foi que nos oito jogos seguintes aconteceram cinco derrotas e apenas três vitórias.  Resultando na 7ª posição, duas abaixo da temporada 2018/2019. Assim, o Timão terá o caminho mais longo para chegar na final do Novo Basquete Brasil. O primeiro desafio será contra a UNIFACISA, 10ª colocada. Quem vencer o duelo entre paulistas e paraibanos, encara a tradicional equipe do Franca.

DESTAQUES E ESTATÍSTICAS

Colocação: 7º lugar (39 pontos e 50.0% de aproveitamento)

Retrospecto em casa: 14 jogos (9 vitórias e 5 derrotas)

Retrospecto fora: 12 jogos (4 vitórias e 8 derrotas)

Cestinha: Ricardo Fischer (média 14.6)

Reboteiro: David Nesbitt (média 6.5)

Líder em assistências: Ricardo Fischer (média 4.6)

Foto destaque: Divulgação/Twitter

Luciano Massi

Luciano Massi

Paulistano de 21 anos, mas residente de Santo André, aficionado pelo esporte da bola laranja, automobilismo e, claro, futebol.

81 posts | 0 comments

Comments are closed.