Conheça Chase Elliott, a nova face de campeão da NASCAR

Conheça Chase Elliott, a nova face de campeão da NASCAR

Like
192
0
quinta-feira, 12 novembro 2020
Planeta Velocidade

Enfim, chegamos ao fim de mais uma temporada da NASCAR Cup Series, que marcou o 1º título de Chase Elliott. O piloto de 25 anos (fará 26 no próximo dia 28/11) estreou na Cup Series em 2016. Simplesmente com a missão de substituir ninguém mais, ninguém menos que Jeff Gordon no icônico carro #24 da equipe Hendrick.

Por: Francisco Brasil, de Rio Bonito, RJ – Planeta Velocidade

Confira também:
Em Phoenix, NASCAR reserva muitas emoções em sua prova decisiva
Em Martinsville, final eletrizante deixa Harvick fora da final
Garantido! A análise do Joey Logano, o primeiro finalista da NASCAR Cup Series

Confira no Planeta Velocidade:
Xfinity Series – Gigante, Austin Cindric vence em Phoenix e fatura o título
NASCAR Truck Series – Campeão inédito: Creed vence em Phoenix e conquista o título
NASCAR Cup – Logano pensou em causar amarela para tirar o título de Elliott

Planeta Velocidade

Outras categorias

Após passar pelas categorias de base de Stock Car americana, como ARCA e K&N, Chase estreou na Truck Series em 2013, onde se tornou o mais jovem vencedor de uma prova da categoria ao faturar a prova de Mosport Park, no Canadá, com apenas 17 anos, numa manobra controversa em cima de Austin Dillon.

 

Chase Elliott na ARCA Racing

Chase Elliott na ARCA Racing. Foto: Reprodução / Twitter ARCA Racing

Mas foi em 2014 que o filho de Bill Elliott, recordista de velocidade da NASCAR e campeão em 1988 da categoria, começou a despontar como estrela ao correr na Xfinity Series (então Nationwide) pela equipe de Dale Earnhardt Jr.

Assim, nesse ano, Chase conquistou o título da 2ª maior divisão da NASCAR, o que lhe abriu chances para participar de algumas provas da Cup Series no ano seguinte, pilotando o Chevy SS #25 em determinadas provas.

O caminho do título para Chase Elliott

No entanto, em 2016, Elliott chegou como substituto de Jeff Gordon, que havia se aposentado na temporada anterior. A pressão por resultados fez com que a tão esperada 1ª vitória demorasse mais do que o previsto. Ou seja,  pressão que se intensificou após a pole position logo na Daytona 500, prova de abertura da temporada.

Entretanto, essa bendita vitória só veio 2 anos depois. Na corrida de Watkins Glen de 2018, circuito misto que mostrou ser o ponto forte do piloto, chegando a ser favorito nesse tipo de pista. A essa altura, Chase já carregaria o número #9 em seu carro, o mesmo que seu pai carregava quando campeão.

A coroação do esforço

Finalmente, depois dessa breve introdução, chegamos ao ano de 2020, que foi totalmente adverso. Ainda mais na equipe Hendrick. Pois desde a mudança da “bolha” do Chevrolet SS para o Camaro, a equipe teve uma perda de rendimento desde 2016, quando Jimmie Johnson faturou seu 7º e último título. Falando em JJ, esse ano também marcou sua última temporada completa na NASCAR, e teria em Elliott seu “substituto” como o principal piloto da equipe.

 

Dessa forma, Elliott honrou esse posto, fazendo uma bela temporada com 5 vitórias, sendo as últimas duas em momentos chave, como a vitória em Martinsville. Assim, lhe garantindo a vaga na final. Além da grande conquista em Phoenix, de onde largou de último após ser pego 2 vezes na inspeção pré corrida.

O futuro de Chase Elliott

Portanto, agora que se juntou ao panteão de campeões da NASCAR, Chase Elliott – que já havia assumido o lugar de Dale Jr como piloto mais popular – recebe o bastão de Jimmie Johnson. Dessa forma, ele será o principal nome da equipe em 2021 e, principalmente, em 2022 quando uma nova geração de carros será apresentada.

 

 

Porém, isso também traz uma nova pressão que até então não existia. Além da competição interna de jovens nomes como William Byron, atual substituto no #24 de Gordon e Alex Bowman, que carregará a responsabilidade de guiar o #48 que era de JJ. Junta-se à eles Kyle Larson a bordo do Camaro #5 (número que marcou a primeira vitória da equipe Hendrick), que após quase um ano suspenso por uma fala racista em um evento virtual, virá com a garra para firmar sua posição na NASCAR.

Agora é ver como o título, muito merecido, influenciará nessa nova fase de William Clyde “Chase” Elliott II, o campeão da NASCAR Cup Series de 2020.

 

Foto destaque: Reprodução / Twitter Hendrick Motorsports

Comments are closed.