Com direito a “gol de placa”, Oeste acaba com jejum de seis jogos e vence o Santa Cruz na Arena Barueri

Com direito a “gol de placa”, Oeste acaba com jejum de seis jogos e vence o Santa Cruz na Arena Barueri

Like
1118
0
domingo, 02 julho 2017
Sem categoria

Após um mês sem vitórias, Rubrão joga melhor e é premiado com um golaço no final do jogo. Santa Cruz já soma quatro jogos sem vencer.

 

Oeste e Santa Cruz fizeram neste sábado (01) o jogo dos desesperados. O Oeste, na zona de rebaixamento, não vencia desde a quinta rodada, quando ganhou do CRB, na Arena Barueri. O Santa Cruz já somava três partidas sem vencer, e havia saído do G4. O treinador do Oeste, Roberto Cavalo, fez algumas mudanças na equipe titular, como por exemplo, a entrada do jovem Gabriel Vasconcelos na vaga de Alexandro, Guilherme Romão na vaga de William Cordeiro e a estreia do volante Wilson Mathias.

Adriano Teixeira, treinador do Santa Cruz, manteve a base que havia jogado as últimas partidas, com a exceção de Léo Lima, que sentiu a coxa e Thiago Primão, que no aquecimento voltou a sentir dores no tornozelo e foi vetado pelo departamento médico. Augusto e João Paulo foram os substitutos.

A partida começou morna, as duas equipes se estudavam muito e os goleiros tiveram pouco trabalho. O Santa Cruz tentava com as finalizações de longe, com Gabriel Vallés e Roberto, mas pouco assustava o goleiro Rodolfo. O Oeste era mais agressivo, e contou com uma tarde inspirada de Mazinho, que comandava o ataque do rubrão e incomodava a defesa adversária.

Danielzinho e Velicka também chegavam com perigo dentro da área, e de tanto pressionar a saida de bola do Santa Cruz, a equipe foi premiada. Mazinho roubou a bola no meio campo e tocou para Velicka, que passou a bola no meio das pernas de Roberto e tocou na saida do goleiro Júlio César, para abrir o placar na Arena Barueri, no fim do primeiro tempo.

No segundo tempo, o Oeste segurava mais o jogo e o Santa Cruz tentava atacar, mas sofria com a falta de inspiração de seus atacantes, principalmente de William Barbio, que pouco criou na partida. Armado para o contra ataque, o Oeste esperava o Santa Cruz atacar e errar para chegar com perigo no gol de Júlio César.

Adriano Teixeira tirou João Paulo e colocou o atacante Facundo, e acabou desorganizando ainda mais a equipe pernambucana, que não tinha um homem de criação no meio e atacava na base do desespero. Roberto Cavalo tirou o atacante Velicka e colocou o meia Fernando Aguiar, que com vinte minutos em campo, marcou um dos gols mais bonitos do ano.

Júlio César foi para o ataque nos minutos finais, e deixou o gol do Santa Cruz vazio. Na primeira cobrança de escanteio, Ricardo Bueno escorou e Júlio Sheik quase marcou, obrigando Rodolfo a operar um milagre na Arena Barueri. Na segunda cobrança, Júlio César permaneceu na área e foi punido por isso. A defesa do Oeste afastou a bola e ela sobrou no pé de Fernando Aguiar, que olhou o gol vazio e de antes do meio campo arriscou, a bola foi indo devagar, rasteira e balançou o barbante. Festa na Arena Barueri, um gol que certamente ficará marcado na história do clube e do jogador.

Com a vitória, o Oeste subiu para a 11ª posição e se distanciou da zona de rebaixamento. O Santa Cruz por sua vez, soma quatro jogos sem vencer e está na 14ª colocação.

As emoções do Campeonato Brasileiro Série B você acompanha na Rádio Poliesportiva, a arte do esporte.

 

Ouça os gols de Oeste 2 X 0 Santa Cruz:

 

Foto de capa: Yan Arvani / Rádio Poliesportiva.

 

Redator da matéria: Yan Arvani, de Diadema.

Paulo Arnaldo do Amaral Lima

Paulo Arnaldo, paulista, CEO da Poliesportiva, jornalista, apresentador e narrador esportivo. Conhecido no meio jornalístico como P.A., Paulo Arnaldo tem vasta experiência desde 2008 no jornalismo e[...]

555 posts | 2 comments

Menu Title