Com casa cheia, Osasco vence o Fluminense por 3 sets a 2

Com casa cheia, Osasco vence o Fluminense por 3 sets a 2

Like
1731
0
domingo, 28 janeiro 2018
Superliga Feminina

Depois de conquistar o tricampeonato da Copa Brasil, a equipe do Osasco voltou a se reencontrar com o seu público, 4.300 pessoas que estiveram no ginásio José Liberatti, na tarde deste sábado, (27/01), a equipe de São Paulo não decepcionou a sua torcida e venceu a equipe do Fluminense por 3 sets a 2, parciais de 25/17, 17/25, 25/15, 21/25 e 15/12.

O Osasco começou melhor e fez 5/1. O treinador Hylmer Nascimento pediu tempo e ajustou a marcação, cobrando também mais atenção na troca de passes. O Osasco tinha um ataque efetivo e um bloqueio que dificultava bastante a defesa do Fluminense. A equipe carioca deu velocidade ao jogo, fez a inversão, colocando a levantadora Rafaela e a oposta Arianne no lugar de Renatinha e Giovana, mas não conseguiu reverter o placar e as paulistas fecharam por 25 a 17.

O Fluminense vendeu caro a derrota por 3 sets a 2 para o Osasco . Foto: Ivan Marconato – Rádio Poliesportiva

Melhor no segundo set, o Fluminense conseguia boas jogadas com Michelle Pavão. Lara Nobre e Giovana garantiam uma dobradinha de peso na rede e assim as Tricolores fizeram 6 a 3. O Fluminense também tinha Thaisinha, que furava o bloqueio do Osasco, ajudando a manter a parcial bastante equilibrada, com os times alterando a liderança no placar. A experiência de Renatinha empatou o jogo: 25 a 17.

O terceiro set começou com o Fluminense embalado pela vitória no set anterior, 2/4. Osasco reagiu rapidamente e impôs uma virada, 6/5. Mesmo, tomando uma virada na sequência, o Osasco se recuperou e obrigou o técnico Hylmer a parar o jogo e ele substituiu Letícia e colocou Larissa em quadra. Em seguida trocou Thaisinha por Clarisse, mas o Fluminense tinha problemas na recepção, enquanto as paulistas eram rápidas no contra-ataque e levaram a melhor com dez pontos de diferença: 25 a 15.

O quarto começou com as equipes equilibradas, trocando ponto a ponto, 5/5. O Osasco voltou a forçar e abriu três pontos, 9/6, obrigando o técnico Hylmer a parar o jogo. A parada surtiu efeito e a equipe carioca voltou mais focada e empatou, 10/10. Com a passagem de Larissa no saque, a equipe do Fluminense cresceu, 14/10 para as cariocas.  Daí, para frente as paulistas tiveram uma pane total dentro de quadra, e Lara Nobre no bloqueio fez 25 a 21, levando para o tie-break.

Era tudo ou nada e o Fluminense chegou a abrir vantagem de dois pontos logo no início.  Mas quando a central Nati Martins foi para o saque pelo Osasco, dificultou a recepção das cariocas, obrigando o técnico Hylmer a parar o jogo. Disputada e com bola nas duas quadras, a partida seguiu tensa e Lara deixou tudo igual (7 a 7).

Na virada de quadra, o Osasco conseguiu manter-se a frente, 8/7. A equipe paulista com várias defesas levantou a torcida e abriu três pontos, 10/7. E na base do empurrão da torcida, o Osasco foi segurando a diferença e fechou o set em 15/12.

Osasco: Fabíola, Tandara, Mari Paraíba, Ângela Leyva, Bia e Ninkovic. Líbero – Tássia – Entraram – Kika, Carol Albuquerque, Lorenne, Ana Paula, Nati Martins – Técnico: Luizomar de Moura

Fluminense:  Giovana, Renatinha, Michelle, Thaisinha, Letícia Hage e Lara. Líbero – Sassá  Entraram – Rafaela, Larissa, Arianne e Clarisse – Técnico: Hylmer Nascimento

Equipe da Rádio Poliesportiva que transmitiu a vitória do Osasco Vôlei Nestlé por 3 sets a 2 sobre o Fluminense, válida pela 5 rodada do returno da Superliga. FOTO: Ivan Marconato – Rádio Poliesportiva

Osasco x Fluminense, pela Superliga Feminina de Vôlei, teve a cobertura da Rádio Poliesportiva, a arte do esporte! Com a narração de Ramoni Artico, os comentários de Luiz Máximo Morelo, e as reportagens de Ivan Marconato.

Acesse www.radiopoliesportiva.com.br, ou então ouça pelos aplicativos para smartphones android ou iphone, RadiosNet ou TuneIN, basta baixar o aplicativo e procurar pela emissora Rádio Poliesportiva na lupa.

 

 

Ouça as entrevistas pós-jogo:

 

Sassá – Fluminense

 

Thais – Fluminense

 

Bia – Vôlei Nestlé Osasco

 

Luizomar de Moura – Técnico do Vôlei Nestlé Osasco

 

Fotos de texto e de capa: Ivan Marconato- Rádio Poliesportiva

Edição de áudio:Rafael Regis

Reportagens : Ivan Marconato

Redator da matéria: Luiz Máximo, de São Paulo

Luiz Máximo Moreno Morelo

Meu nome é Luiz Máximo Morelo, sou paulista, 65 anos, comecei no rádio em 1968. Em 1976 fui para a TV Record, depois Rede Bandeirantes, Globo, SBT e por 20 anos trabalhei na TV Cultura. Sempre acom[...]

350 posts | 0 comments

Comments are closed.

Menu Title