Campeonato Europeu de Escalada 2020 acontece esvaziado e desprestigiado

Campeonato Europeu de Escalada 2020 acontece esvaziado e desprestigiado

1
22
0
sexta-feira, 20 novembro 2020
Escalada para cima e avante

O Campeonato Europeu de Escalada 2020, que será disputado em Moscou entre os dias 20 e 29 de novembro, nas três disciplinas de velocidade, boulder e vias guiadas premiará os vencedores com as últimas vagas para europeus para as Olimpíadas de Tóquio.

Num contexto de pandemia global, além do acontecimento de uma segunda onda da pandemia na Europa, com atletas sem ter podido disputar praticamente nenhuma competição de escalada ao longo do ano, a competição está cercada de muita polêmica. O campeonato já foi adiado três vezes este ano e terá um elenco de atletas bastante dizimado que optaram por não participar do evento.

Com a 2ª onda de contágio na Europa, a França passou a Rússia e se tornou 4º país com mais infectados (só atrás de EUA, Índia e Brasil) superando os 2 milhões de infectados.

Adiamento triplo e muitas dúvidas

Definitivamente este não foi um ano que ajudou quem organiza campeonatos e competições. Especialmente para a escalada, a qual teve seus organizadores (nacionais e internacionais) promovendo um festival de desrespeito ao planejamento de atletas, otimismo excessivo com a pandemia e, principalmente, demonstrando de uma amadorismo incompatível com a modalidade que recentemente se tornou olímpica.

Inicialmente, o Campeonato Europeu de Moscou estava programado para acontecer de 20 a 27 de março. Com apenas dez dias de antecedência, a Federação Internacional de Escalada Esportiva (IFSC) divulgou que foi forçada a adiar a prova e reagendou para a semana de 15 a 22 de junho .

Porém, novo comunicado emitido em 24 de abril mudou novamente as datas, para colocá-las de 1º para 8 de outubro. A última decisão o moveu novamente, para finalmente agendá-lo de 20 a 29 de novembro.

O Campeonato Europeu, que concentra as três modalidades de vias guiadas, boulder e velocidade e é disputado em um formato olímpico combinado, é apontado como um dos eventos classificatórios para os Jogos Olímpicos de Tóquio. Nas notícias sobre o último adiamento, e entendendo que muitas federações cancelariam sua participação, o IFSC garantiu que não serviria como um teste de qualificação olímpica e que organizaria um evento específico na primavera de 2021 para isso.

A decisão foi derrubada pelo Comitê Olímpico Internacional, que determina que a lista definitiva classificados para Tóquio deve estar completa até 31 de dezembro de 2020.

Dez federações “abandonam” Moscou

Foto: Eddie Fowke/IFSC

Como o Campeonato Europeu de Escalada de 2020 em Moscou será realizado sob medidas de prevenção da COVID-19. Porém, com o avanço da segunda onda na Europa e a atitude russa negacionista em relação à pandemia não houve suspensão do evento. Por isso, um total de dez federações optaram por não enviar atletas para o evento:

  • Espanha
  • França
  • Áustria
  • Itália
  • Hungria
  • Holanda
  • Bielo-Rússia
  • Romênia
  • Noruega
  • Grécia

No total, a lista de escaladores inscritos nos Campeonatos da Europa chega a 95 atletas de 16 países. Apenas 26 desses escaladores fazem parte da equipe russa e outros 32 integram as numerosas delegações da República Tcheca (sem Adam Ondra), Israel e da Ucrânia.

Dos 19 escaladores que já possuem uma vaga olímpica, apenas três poderão ser vistos escalando em Moscou: Petra Klingler (Suíça), Aleksandra Miroslaw (Polônia) e Iuliia Kaplina (Rússia).Os atuais campeões europeus Adam Ondra e Lucka Rakovec (em vias guiadas), Mickael Mawem e Urska Repusic (boulder) não estarão em Moscou para defender seus títulos.

Luciano Fernandes

Luciano Fernandes

Luciano Fernandes é escalador há mais de 18 anos e cobre o esporte na Revista Blog de Escalada há 14 anos. Nas competições de escalada já cobriu e comentou diversos campeonatos nacionais e os Jo[...]

13 posts | 0 comments

Comments are closed.