Basilashvili reina em Doha, Medvedev conquista 10º título, e Garin campeão em Santiago

Basilashvili reina em Doha, Medvedev conquista 10º título, e Garin campeão em Santiago

Like
133
0
quarta-feira, 17 março 2021
Tênis

Três torneios foram concluídos no último final de semana do Tênis. Nesse sentido, #36 Nikoloz Basilashvili venceu #11 Roberto Bautista Agut para reinar no ATP 250 de Doha. Além disso, #2 Daniil Medvedev garantiu seu 10º título da carreira ao vencer o ATP 250 de Marselha, batendo #73 Pierre-Hugues Herbert na final. Por fim, o chileno #2o Cristian Garín doutrinou em casa e garantiu o ATP 250 de Santiago, vencendo #105 Facundo Bagnis na decisão.

Por: Márcio Moreno, de São Paulo-SP

ATP 250 DE DOHA

No torneio que marcou o retorno de #6 Roger Federer às quadras, quem terminou como campeão foi ninguém menos que Nikoloz Basilashvili. Ironicamente, o georgiano eliminou o suíço de virada nas quartas de final, salvando match point. Antes disso, o jogador eliminou #40 John Millman na primeira rodada, também de virada, #258 Malek Jaziri nas oitavas e #30 Taylor Fritz para alcançar a finalíssima.

Enfrentando o campeão de 2019, Roberto Bautista Agut, Basilashvili teve duro jogo no 1º set, que, consequentemente, terminou no tiebreak. Assim, o georgiano conseguiu o minibreak no início da disputa, mas logo sofreu o empate do adversário. Contudo, garantiu outro minibreak quando vencia por 6-5 e garantiu o set em 7/6(5).

No 2º set, o jogador foi mais intenso, cresceu na partida e conseguiu duas quebras para vencer com facilidade por 6/2 e conquistar o título. Esse foi o quarto título de Basilashvili na carreira, que não acontecia desde ATP 500 de Hamburgo 2019. Além disso, o jogador vinha de cinco derrotas consecutivas antes do torneio, e antes de uma vitória no início do ano, teve uma sequência de nove jogos sem vencer.

ATP 250 DE MARSELHA

Em mais um torneio de quadra rápida na Europa, quem garantiu o título foi Daniil Medvedev. Nesse sentido, o jogador foi doutrinante em sua campanha, tendo perdido apenas um set. Em outras palavras, o russo não tomou conhecimento de #77 Egor Gerasimov e #32 Jannik Sinner, vencendo ambos pelo mesmo placar de 6/2 e 6/4. Na semifinal, contou com desistência de #221 Matthew Ebden quando já vencia por 6/4 e 3/0 e chegou à final.

Enfrentando Pierre-Hugues Herbert na decisão, Medvedev conseguiu a quebra de serviço logo no 5º game, sustentando até o fim do set para vencer por 6/4. Posteriormente, o 2º set manteve-se brigado e terminou com um tiebreak, desta vez com vitória do francês, que, após minibreaks conquistados pelos dois jogadores, Herbert conseguiu dois em sequência quando vencia por 5-4 e empatou o jogo fechando o set em 7/6(4).

O 3º set seguiu disputado, com nenhuma chance de quebra entre eles, até o 10º game. Sacando pressionado com Medvedev vencendo por 5/4, Herbert viu o russo crescer, abrir 15-40 e garantir o título após erro de voleio na rede. Assim, o jogador conquistou seu 10º título na carreira, o segundo na temporada, e de quebra se tornou o número dois no ranking, que não era alcançado por ninguém fora do Big Four (Federer, Nadal, Djokovic e Murray) desde 2005.

ATP 250 DE SANTIAGO

Terceiro torneio da gira de saibro sul-americana, Santiago teve como campeão seu anfitrião Cristian Garín. Da mesma forma que Medvedev, o chileno perdeu apenas um set em toda a campanha, mas não enfrentou nenhum cabeça de chave. Seja como for, Garín eliminou o compatriota #166 Alejandro Tabilo nas oitavas, #162 Juan Pablo Varillas nas quartas e #112 Daniel Galán na semifinal, vencendo todos sem sets diretos.

Na grande decisão, teve como desafiante Facundo Bagnis, que derrubou três cabeças de chave até chegar à final. O jogo seguiu brigado até o 7º game, quando o chileno foi preciso e conseguiu a quebra, que perdurou até o jogador fechar o set em 6/4. No 2º set, Garín quebrou cedo o saque do adversário, mas sofreu a quebra logo depois. A partida seguiu parelha até chegar ao tiebreak, no qual o argentino garantiu o minibreak rápido e conseguiu outro para fechar em 7/6(3) e empatar o confronto.

No derradeiro set, a briga entre os jogadores permaneceu até os últimos minutos, quando Garín garantiu a quebra no último game, venceu o set por 7/5 e o título em casa. Este foi o quinto título do chileno na carreira, sendo todos eles no piso de saibro.

Foto Destaque: Divulgação/Open 13 Provence

Márcio Moreno

Márcio Moreno

Escolhi o jornalismo pela paixão pelo esporte, tanto para escrever quanto para falar e debater. Já produzi reportagem para TV sobre rotatividade de técnicos no futebol brasileiro, além de escrever[...]

12 posts | 0 comments

Comments are closed.