Basilashvili, em Munique, conquista 2º título no ano e Ramos-Viñolas fatura ATP em Estoril

Basilashvili, em Munique, conquista 2º título no ano e Ramos-Viñolas fatura ATP em Estoril

Like
72
0
segunda-feira, 03 maio 2021
ATP 250

Os dois torneios, nível 250, disputados no saibro tiveram suas finais nesse domingo. Primeiramente, #35 Nikoloz Basilashvili venceu #44 Jan-Lennard Struff e garantiu o troféu do ATP 250 de Munique. Logo depois, foi a vez de #46 Albert Ramos-Viñolas vencer #50 Cameron Norrie e ficar com o troféu no ATP 250 de Estoril.

Por: Luís Henrique Gregório, de Belo Horizonte-MG

ATP 250 de Munique

O torneio alemão que tinha Alexander Zverev, tenista da casa, como principal candidato ao troféu. Mas, quem ficou com o título foi Nikoloz Basilashvili. A saber ,esse foi o 3º título do georgiano no saibro. Na primeira rodada do torneio, o 5º melhor classificado, venceu o #78 Thiago Monteiro, sem perder sets. Do mesmo modo, derrotou #112 Daniel Elahi Galan,  nas oitavas, #89 Norbert Gomos nas quartas e #22 Casper Ruud, 2º cabeça de chave do torneio, para avançar para a final.

A última partida do torneio foi entre Nikoloz Basilashvili e Jan-Lennard Struff, que disputou sua 1º final de ATP da carreira, o georgiano venceu por 2 x 0. No primeiro set, Basilashvili começou com tudo e abriu 4 x 2 sobre o alemão, em seguida a chuva paralisou o jogo. Na volta ambos os tenistas manteram os seus serviços, e consequentemente o georgiano fechou a primeira parcial por 6/4.

No 2º set, o equilíbrio e a tensão subiram e dessa forma, a partida foi para o tiebreak. Ambos os tenistas sacaram bem e mantiveram boas trocas até o 4 x 4, quando Basilashvili conseguiu o minibreak. Sacando bem fez 6 x 4 e chegou ao duplo match point, no primeiro Struff manteve a troca e o georgiano mandou a bola na rede, no segundo Basilashvili acelerou bem a bola e fechou em 7 x 5, e assim conquistou seu 5º título na carreira, e o 2º caneco em 2021.

ATP 250 de Estoril

No saibro português o campeão foi o Albert Ramos-Viñolas. O espanhol fez uma campanha perfeita, não cedendo nenhum set, até a final onde venceu por 2 a 1. Sendo o 7º melhor classificado do torneio, Ramos-Viñolas venceu #71 Fernando Verdasco na 1º rodada, por 2 x 0. Do mesmo modo, venceu #85 Pierre-Hugues Herbert nas oitavas, #67 Corentin Moutet nas quartas. Assim também, foi na partida de semi-final onde venceu #49 Alejandro Davidovich Fokina, 8º cabeça de chave, para avançar a final.

Na decisão, o espanhol encontrou o britânico Cameron Norrie, que buscava seu 1º título em nível ATP. A partida começou animada, os tenistas trocaram quebras de serviços e a partida ficou 2 x 2. Em seguida, ambos tenista confirmaram seus saques até o 9º game, quando Norrie quebrou Ramos-Viñolas e fez 5 x 4. Posteriormente, o britânico sacou e fechou o set em 6/4. Em contrapartida, o espanhol venceu a 2º parcial por 6/3 e levou a decisão para o 3º set.

No set decisivo, ambos os tenistas trocam quebras de saque nos 3º e 4º games, deixando assim a parcial empatada em 2 x 2. Posteriormente, a partida ganhou um contorno de emoção e equilíbrio com várias chances de quebras para ambos os lados, mas os dois conseguiram manter os saques. Com o set empatado em 6 x 6, o vencedor do torneio foi decidido no tiebreak. Norrie abriu 3 x 1 no último game, mas Ramos-Viñolas ganhou seis pontos seguidos para vencer a parcial por 7/6, e assim ser o campeão do torneio.

Foto destaque: Reprodução/BMW Open

Luís Henrique Gregório

Luís Henrique Gregório

Oi, sou Luís Henrique Gregório, tenho 22 anos e sou um quase jornalista. O gosto por esse maravilhoso mundo dos esportes me acompanha desde pequeno, primeiramente com o futebol e depois com o têni[...]

6 posts | 0 comments

Comments are closed.