Ayrton Senna vence GP dos EUA em 1991 em último pódio junto a Prost e Piquet

Ayrton Senna vence GP dos EUA em 1991 em último pódio junto a Prost e Piquet

Like
1050
0
segunda-feira, 22 março 2021
Clássicos da Fórmula 1

Em 10 de março de 1991 começava a Fórmula 1 com o GP dos Estados Unidos realizado em Phoenix. O vencedor dessa prova foi o brasileiro Ayrton Senna (da McLaren-Honda), que liderou as 81 voltas. Ao mesmo momento que Senna vence o GP, é a última vez que ele, Prost e Piquet sobem juntos ao pódio.

Por: Ana Bracarense, de Uberaba-MG.

No primeiro dia de treino parecia as Ferraris iriam repetir a temporada de 1990, pois o estreante na equipe (Jean Alesi) foi o mais rápido com apenas 13 milésimos em cima de Ayrton Senna (que renovou seu contrato e continuou com a equipe da McLaren). Porém, no sábado, Senna fez a diferença e conseguiu a pole com um segundo de vantagem para a Ferrari, de seu maior rival nas pistas, Alain Prost. Já as Williams, dos pilotos Riccardo Patrese e Nigel Mansell, largaram na 2ª fila. Na 3ª fila largaram Nelson Piquet (da Benetton) e AleNelson Piquetsi (da Ferrari). E já na largada Ayrton Senna já abriu quatro segundos de vantagem para Prost.

LEIA MAIS

O GP dos Estados Unidos de 1991

A prova seguia tranquilamente até que na volta de número 21, Patrese tentou fazer uma ultrapassagem em cima de Mansell. Este que acabou freando forte, passando reto na curva um e, com isso, caiu para o 6º lugar. Um pouco antes da metade da prova tiveram várias alterações com as primeiras posições da corrida. Assim, na volta 36, Nigel Mansell teve o câmbio da sua Williams quebrado. Pouco depois, o piloto Gerhard Berger (da McLaren) abandonou a prova também, só que o problema era bomba de combustível. Já Maurício Gugelmin abandonou com problemas no câmbio.

Na metade da prova, Ayrton tinha 30 segundos de vantagem para Prost. Já o restante das posições ficou assim: Alesi em 3º, Piquet em 4º, Moreno em 5º e Stefano Modena, da Tyrrell, em 6º. Com as paradas para trocas de pneus acontecendo na volta de número 45, Prost perdeu 15 segundos e caiu para 6º. Já Senna fez uma troca boa e tranquila, com muita vantagem e voltando ainda em 1º lugar. Riccardo Patrese foi quem se deu bem, pois que assumiu o 2º lugar. Bem como as duas Benettons assumiram o 3º e 4º lugares, porque não iriam trocar os pneus. Modena também não chegou a trocar pneus e assumiu o 5º lugar, Alesi em 6º.

A briga pela 2ª posição

Com isso, Ayrton Senna ficou com 45 segundos de vantagem para Jean Alesi que foi a vice-liderança. Já Nelson Piquet estava em 3º, que sofreu muita pressão de Alain Prost, ao tentar recuperar o tempo perdido nos boxes. A briga ficou boa quando Alesi perdeu a quarta marcha de seu carro. Alesi, Piquet e Prost fizeram um duelo lindo até a volta 64 e, de repente, Prost ultrapassou os dois na reta dos boxes e assumiu o 2º  lugar.

Senna vence e iguala recorde

Dessa forma, Piquet continuou em 3º e Alesi caiu para 4º. Já na volta de número 73, Alesi abandonou de vez com o câmbio quebrado. Por fim, Ayrton continuou tranquilo para a sua vitória na Fórmula 1 e, ao mesmo tempo em que Senna vence, se iguala a Jackie Stewart no número de vitórias (27 os dois). Já Alain Prost terminou em 2º e Nelson Piquet completou o pódio em 3º lugar.

Foto destaque: Reprodução / Motor Sport Magazine

Ana Bracarense

Ana Bracarense

19 posts | 0 comments

Comments are closed.