Australian Open 2020: Naomi Osaka e Roger Federer vencem na estreia

Australian Open 2020: Naomi Osaka e Roger Federer vencem na estreia

Like
523
0
segunda-feira, 20 janeiro 2020
Australian Open

Na estreia do Australian Open 2020, Naomi Osaka começou com pé direito. Vencedora da edição de 2019 derrotou a Marie Bouzkova, por 2 sets a 0 (com parciais de 6/2 e 6/4). Portanto, na segunda rodada da Australian Open 2020 em Melbourne, Naomi Osaka vai enfrentar a Saisai Zheng, que por sua vez, venceu Anna Kalinskaya na estreia do torneio.

1º set

No entanto, a atual campeã não teve dificuldades no primeiro set, que obteve 13 winners – contra seis da rival – e venceu 30 dos 52 pontos. Além disso, Naomi Osaka ainda conseguiu dois aces e quebrou duas vezes o serviço de Marie Bouzkova.

Naomi Osaka vence na estreia da Australian Open 2020 (Foto em destaque: Australian Open/ Divulgação)

2º set

Contudo, no segundo set, a tcheca manteve seu saque para fazer 1 a 0 em games. Todavia teve uma chance de quebrar o serviço de Osaka no game seguinte, entretanto não conseguiu concretizar. Da mesma forma, as duas tenistas confirmaram seus saques nos três games posteriores. No sexto game, Naomi jogou mal e foi quebrada pela primeira vez no confronto. Por outro lado, a tenista japonesa devolveu a quebra no game seguinte.

No oitavo game, entretanto, Naomi Osaka precisa quebrar o saque da rival, bem como fez 5/4 e definitivamente encaminhou a vitória, aliás, veio por 6/2 e 6/4.

Roger Federer também vence na estreia

Entretanto, Roger Federer, atual número 3 do ranking mundial, estreou com vitória na Australian Open 2020. Vencedor de seis edições do torneio, ele derrotou o americano Steve Johnson, 75º do ranking, por 3 sets a 0 ( 6/3, 6/2 e 6/2) em 1h24min.

Com isso, na rodada 2, Federer vai enfrentar o vencedor da partida entre o francês Halys, número 215 do ranking, e o sérvio Krajinovic, 41º do ranking em Melbourne.

Foto em destaque: Australian Open / WTA Tennis / divulgação

Leandro Leite

58 posts | 0 comments

Comments are closed.