Após mais uma forte batida em Pocono, Will Power sai vitorioso no tri-oval

Após mais uma forte batida em Pocono, Will Power sai vitorioso no tri-oval

Like
382
0
domingo, 18 agosto 2019
Fórmula Indy

Após mais uma forte batida no tri-oval de Pocono, desta vez envolvendo cinco pilotos, chuva, bandeira vermelha interrompendo a prova, Will Power vence no problemático circuito.

Por: Danilo Dias, de São Paulo, SP.

Apesar das grandes corridas no superspeedway, discute-se se a pista é segura para carros open wheel. Do mesmo modo que a Indy não realiza provas em Daytona, Michigan e Auto Club. Afinal, os carros da IndyCar são muito rápidos e vulneráveis para a utilização em circuitos do tipo. Portanto, após mais uma boa prova, fica a decisão do futuro do GP em Pocono para as próximas temporadas da IndyCar.

Acidente da primeira volta

Já na largada, o maior problema do dia deu-se declarado quando Alexander Rossi foi prensado num acidente. Que também envolveu Ryan Hunter-Reay, James Hinchcliffe, Takuma Sato. Com mais gravidade, Felix Rosenqvist que foi atingido e decolou em direção aos alambrados de proteção.

Então o sueco acabou sendo o mais prejudicado e o que teve mais atenção dedicada. Pois precisou ficar mais tempo no centro médico para avaliação. Por sorte, nenhum dos pilotos sofreu danos mais graves, apesar do susto e do abandono.

Ademais, notou-se que a falha maior foi de Sato. O piloto japonês acabou mergulhando muito antes pra cima de Rossi.  Sem ter para onde ir foi abalroado pelo japonês, que levou junto com ele Hunter-Reay. Além disso, ambos cruzaram a pista e Sato foi atingido por Rosenqvist, que teve mais azar e sofreu mais com a pancada.

Relargada e finalmente corrida em Pocono

Depois do acidente, foi acionada a bandeira vermelha. Sendo assim, após a recuperação da pista e de sua limpeza, bem como o atendimento aos envolvidos na pancada, a bandeira verde foi dada. De antemão, Simon Pagenaud se destacou conseguindo abrir quase dois segundos para o segundo colocado, Scott Dixon. Portanto essa distância num oval, representava muito e demonstrava como a Penske vinha forte em Pocono.

A prova seguiu normalmente até a volta 41.  Logo que a bandeira amarela foi acionada por causa da batida de Spencer Pigot, que abandonou após se chocar com o muro sozinho. Ademais, os pilotos se agruparam novamente reequilibrando as coisas.

Hinchcliffe ainda voltou para a pista após o envolvimento no acidente da volta inicial. Posteriormente, Will Power que tinha chegado em Pagenaud acelerou firme e assumiu a liderança no fim do primeiro quarto da prova. Novamente destacava-se a boa forma dos carros da Penske que brigavam pela ponta enquanto Dixon acompanhava de perto.

Aproximação da tempestade e interrupção da corrida

Pouco depois, foi a vez de Colton Herta abandonar após acidente na volta 74. Mais algumas voltas e a bandeira amarela foi acionada novamente após a ameaça de tempestade chegar no Pocono Raceway. No momento em que houve a paralisação, foi anunciado que após exames, Rosenqvist estava inteiro do sério acidente do começo da corrida.

Não teve relargada e a prova foi finalizada na volta 129. Will Power liderava com Scott Dixon em 2º, Pagenaud em 3º. Destaque para o estreante Santino Ferrucci que vinha na 4ª colocação e após se livrar bem do acidente da primeira volta, se manteve nas primeiras posições em bora parte da prova.

Enfim, com a prova interrompida, o australiano Will Power finalmente venceu uma prova nessa temporada. Com um grande carro nas mãos deu um chega pra lá em qualquer dúvida referente a sua qualidade de campeão. Sobretudo contra seus adversários diretos. Aproveitou a corrida mais curta pela aproximação de uma grande tempestade se saindo vitorioso.

Melhores momentos de Pocono

Sequência

Duzentas voltas esperam os carros da IndyCar no Missouri, no peculiar oval de Gateway. Já será no próximo fim de semana, dia 24. Embora faltem apenas três etapas para descobrirmos quem será o mais novo campeão da categoria, Josef Newgarden não teve grandes desempenhos nas últimas corridas e vê a aproximação de Alexander Rossi e Simon Pagenaud corrida a corrida.

Dixon vem tirando muito a diferença e Power com a vitória também mostra ter chances. Com a última corrida valendo o dobro e as corridas se findando, a decisão promete e o campeão terá de remar muito para chegar ao título.

Foto em destaque: Chris Owens / Indycar

Danilo Dias

Danilo Dias é formado em Tecnologia em Futebol, pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte e atualmente é estudante de Direito. Apaixonado por futebol, aficionado por automobilismo[...]

76 posts | 0 comments

Comments are closed.