Após adiamento do GP da França, chefe da MotoGP não descarta cancelar temporada

Após adiamento do GP da França, chefe da MotoGP não descarta cancelar temporada

Like
318
0
sábado, 04 abril 2020
Moto GP

A pandemia do novo Coronavírus causou mais uma vez, consequências no mundo da motovelocidade. Nessa semana, pela 6ª vez, uma etapa da temporada 2020 da MotoGP foi adiada ou cancelada. Todavia, FIM e Dorna Sports anunciaram o adiamento do GP da França que seria realizado no circuito de Le Mans, no próximo dia 17 de maio.

Por: Luiz Maximo Morelo, de São Paulo, SP.

FIM e Dorna Sports fizeram em comunicado sucinto, dessa forma:

A paralisação por conta do Coronavírus obrigou o adiamento do evento

O GP da França é a quinta etapa da temporada e a segunda etapa europeia adiada. Assim, as etapas adiadas foram Austin, Tailândia, Argentina e Espanha. No entanto, as etapas da Espanha e França não têm uma nova data de realização. Pois nesse momento não há como prever quando a pandemia do Covid-19 terminará. Lembrando que a 1ª etapa da MotoGP no Catar foi cancelada. Tendo realizada apenas as etapas da Moto 2 Moto3.

Com mais esse adiamento, a temporada de 2020 poderá iniciar no dia 31 de maio em Mugello, Itália. Porém, há remotas chances de ser realizada devido a situação do Coronavírus na Mundo. A etapa posterior, o GP da Catalunha, em Barcelona também corre risco de adiamento. Essa prova está marcada para 7 de junho.

Após mais esse anúncio de adiamento, Carmelo Ezpeleta, chefão da MotoGP não descarta a possibilidade de cancelamento da temporada 2020. Em entrevista ao jornal espanhol Lá Razón, Ezpeleta afirmou:

Nem no pior de nossos sonhos pensamos na possibilidade de cancelar a temporada 2020. Mas teremos que analisar. Ainda há tempo. Claro que pode ser que a gente não corra, mas espero que sim, consigamos correr. Nem tanto pelas corridas, mas pela humanidade.

Foto em destaque: FIM/Divulgação

Luiz Máximo Moreno Morelo

Luiz Máximo Moreno Morelo

Meu nome é Luiz Máximo Morelo, sou paulista, 65 anos, comecei no rádio em 1968. Em 1976 fui para a TV Record, depois Rede Bandeirantes, Globo, SBT e por 20 anos trabalhei na TV Cultura. Sempre acom[...]

331 posts | 0 comments

Comments are closed.