América bate Basquete Osasco, com 27 pontos de Theodore Gentry, e vence a primeira no Paulista

América bate Basquete Osasco, com 27 pontos de Theodore Gentry, e vence a primeira no Paulista

Like
249
0
quinta-feira, 15 agosto 2019
Basquete

Na noite da última quarta-feira (14), o América, de São José do Rio Preto, venceu o Basquete Osasco, no Ginásio do SESI, em casa, pelo Campeonato Paulista Masculino A1 de Basquete. Essa foi a primeira vitória do time rio-pretense na competição. Os visitantes até começaram vencendo o 1º quarto, mas sofrerem a virada no 2º quarto e não conseguiram mais segurar os mandantes. Assim, perderam por 87 x 82. Destaque para Theodore Gentry, do América, que anotou incríveis 27 pontos. Do lado do Osasco, Dontrell Brite fez 20. O pivô Tom, também do Osasco, fez um duplo-duplo, com 15 pontos e 13 rebotes.

1º quarto

Os osasquenses começaram melhor o jogo e logo abriram 5 x 0, com o americano Dontrell Brite anotando um de três, e Pedro Henrique alargando a vantagem. Mas do lado caseiro também tinha um americano que faria a diferença: Theodore Gentry. O ala-armador começou com uma bola de três. Maxwell fez mais dois para o Osasco e Damião diminuiu e empatou para o time local. Maxwell anotou seus lance livres em falta e Gentry igualou novamente. A paridade foi indo até o final do quarto, quando Damião virou o jogo para o América, 17 x 16. O equilíbrio se manteve até nos segundos finais, Ygor anotou mais dois e fechou em 22 x 24 para os visitantes.

2º quarto

Os anfitriões voltaram a passar a frente logo nos primeiros minutos, com Gentry e João Felipe. Ygor fez dois e diminuiu a desvantagem visitante. Entretanto, Brite virou para o Basquete Osasco: 28 x 29. Contudo, a estrela de Gentry começou a brilhar. O camisa 13 fez quatro pontos seguidos, e Radames fez mais quatro. Rodrigo também fez seus dois tentos. Liderados por Gentry, Radames e Rodrigo brilharam no quarto. Por outro lado, Thiago Carneiro foi quem apareceu mais pelo Osasco, fazendo quatro pontos de lances livres. O Osasco fez apenas 13 pontos no quarto, quanto o América fez 27.

3º quarto

Tom começou a aparecer no jogo e marcou quatro pontos para o Osasco. Rodrigo anotou três de cara para o mandante. Com cinco pontos no quarto, Grellet aumentou a diferença dos donos da casa. Brite tentava responder, mas jogava praticamente sozinho. O americano fez cinco pontos em sequência, O quarto foi todo dos osasquenses e quando os visitantes encostaram no placar, deixando a distância em quatro pontos, Gentry tocou para Radames anotar de três. Brite ainda diminuiu, mas fechou o quarto perdendo 62 x 58.

4º quarto

Basquete Osasco voltou para o quarto final com gana de vitória. Logo no primeiro  minutos de jogo Brite roubou uma bola e tocou para Lelê, que serviu Bruno Vianna para anotar  uma bandeja. Thiago chegou a virar o duelo, assustando os anfitriões, mas Grellet fez mais dois. Emmanuel Giménez deixou em um a vantange mandante. Porém, Grellet chutou de três e converteu. Damião fez mais dois, porém, o duelo era individual: Gentry x Brite. E realmente, deram um show.

E agora?

Na próxima rodada o Basquete Osasco recebe o Mogi das Cruzes, neste sábado (17), às 15h (horário de Brasília), no Ginásio Geodésico. Enquanto isso, o América recebe a Liga Sorocabana, no mesmo dia, mas mais tarde, às 17h (horário de Brasília). Ambos os times vão em busca da segunda vitória na competição.

Foto destaque: Matheus Lima/Cidade Clube

Eric Filardi

Eric Filardi

Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo a rádio de todos os esportes. Bem-vindo a Rádio Poliesportiva. Sou Eric Filardi, paulistano de 27 anos, jornalista pós-graduado em Jornalismo Esportivo e apaixonado por futebol, mas amante de MMA e basquete. Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, Peixe, Palestra e Timão. Sou da Colina, Glorioso, Flu e Mengão. Sou brasileiro, hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 x 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões. Sou Clássico das Multidões. Sou Sul, Nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, Raposa, Bavi e Grenal. Sou Ásia e África. Sou Barça e Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio cativa: sou Rádio Poliesportiva.

188 posts | 0 comments

Comments are closed.