Amanda Nunes gera polêmica após desistência do UFC 213

Amanda Nunes gera polêmica após desistência do UFC 213

Like
936
0
segunda-feira, 10 julho 2017
MMA

A brasileira Amanda Nunes gerou muita polêmica no mundo do UFC, após desistência do evento de número 213. A versão de Amanda é de ter sofrido com uma crise de sinusite após processo de corte de peso. A lutadora teve que tomar antibióticos durante o dia da luta, e a sua equipe avaliou que a luta não seria viável.

Quem não gostou da decisão foi o Manda Chuva do evento, Dana White. Segundo ele a desistência da brasileira foi 90% mental e 10% física. Para Dana, não existe caso parecido na história do UFC e vários lutadores sempre lutaram com problemas.

“Então, depois da pesagem, em que ela bateu o peso, ela estava indo para a cerimônia e recebi uma ligação dizendo que Amanda não estava bem. Ela foi para o médico e ele disse que ela estava bem. De manhã, ouvi que ela não estava bem de novo, e que provavelmente não iria lutar. Os médicos liberaram, mas ela disse que não se sentia bem”, disse Dana.

Ao mesmo tempo Dana, elogiou a postura da polonesa Joanna Jedrzejczyk, campeã dos pesos-palhas, que se ofereceu para substituir a brasileira. A decisão da polonesa não foi considerada pois não havia tempo hábil para cumprir algumas regras burocráticas do evento, como um exame de gravidez 24 horas antes da luta.

Muita gente também se chateou com a situação. Para alguns fãs da modalidade, a brasileira “amarelou”, e acham que ela deveria ter colocado o seu cinturão em jogo, mesmo não estando 100% fisicamente, já que nenhum atleta luta no máximo de sua saúde. Muitos compraram ingressos para ver a luta da brasileira, umas das principais do evento. A sua adversária Shevchenko também não ficou feliz com a situação, porém voltou com 70 mil dólares para casa, enquanto Amanda não recebeu sua a bolsa. Os patrocinadores e organizadores do evento, também se sentiram prejudicados, pois toda publicidade já estava feita em Las Vegas.

A questão que fica é: Será que mesmo em um esporte onde os lutadores se mostram fortes e imortais, vale a pena colocar a saúde em risco? O lado da lutadora Amanda precisa ser também analisado e respeitado.

 

Foto de capa: Rigel Salazar

 

Redator da matéria: Eduardo Verdasca, de São Paulo.

Paulo Arnaldo do Amaral Lima

Paulo Arnaldo do Amaral Lima

Paulo Arnaldo, paulista, CEO da Poliesportiva, jornalista, apresentador e narrador esportivo. Conhecido no meio jornalístico como P.A., Paulo Arnaldo tem vasta experiência desde 2008 no jornalismo e[...]

539 posts | 2 comments