A “Jornada” de Bernard Rajzman, um corajoso herói do vôlei

A “Jornada” de Bernard Rajzman, um corajoso herói do vôlei

Like
598
0
quinta-feira, 30 julho 2020
Ace Histórico

Mais uma vez a coluna Explorando o Bloqueio homenageia um importante jogador da Geração de Prata que mudou para sempre o vôlei no pais. Desse modo, chegou a vez de Bernard Rajzman. De fato, a versatilidade, coragem, criatividade e velocidade, dele o tornaram referência no esporte. Além disso, o atleta ficou mais famoso por criar uma das jogadas mais épicas do voleibol.

Por: Lucas Ribeiro, São Paulo, SP

UM JOGADOR DE OUTRO PLANETA

Natural do Rio de Janeiro, Bernard Rajzman nasceu no dia 25 de abril de 1957. Dessa maneira, desde cedo despontava nos esportes, a princípio, já pelo Fluminense, atuava pelo basquete. Entretanto, para a nossa sorte, baixa estatura de 1,87 deixou o esporte. Contudo, logo se encontrou no vôlei.

Bernard foi, sem dúvidas, um dos jogadores mais diferenciados de sua geração. A começar por sua versatilidade dentro de quadra, isso porque, o atleta se destacou tanto como ponteiro, como por central. Posteriormente, outra característica que chamava a atenção era a velocidade de seus ataques e ataques de bolas rápidas, compensando a sua altura inferior.

No entanto, sua principal marca é a criatividade e coragem. Bernard não só criava jogadas e estratégias nos treinos, todavia, era corajoso o suficiente para executa-las em jogo. Portanto, dado todo esse conjunto de qualidades, não demorou, e aos 17 anos, ele já teve sua primeira convocação para a seleção brasileira.

Seja por lá, ou por clubes, sua carreira foi brilhante e cercada de títulos. Dentre os principais estão, Jogos Pan-Americanos de Caracas 83, a prata nos Jogos de Olímpicos de Los Angeles 84, e o vice-campeonato mundial de vôlei de praia, em 1988.

JORNADA NAS ESTRELAS

O emblemático e exótico saque criado por Bernard foi de início uma brincadeira. Oriundo de jogos e treinos na praia, o saque basicamente busca uma grande altura para dificultar a recepção. Portanto, segundo o mesmo, o sol ou refletores atrapalhavam a visão da bola que vinha do alto.

O nome foi uma homenagem a serie Star Trek, Jornada nas Estrelas que passava no Brasil. Em suma, o saque ficou conhecido pelo mundo em 26 de julho de 1983 no Estádio do Maracanã. Com mais de 95 mil pessoas assistindo a Brasil x União Soviética, Bernard executou o saque, que chegou a 25 metros de altura debaixo de chuva. Entretanto, hoje em dia, o saque não é mais tão eficiente, e é tratado mais como uma obra de arte, do que uma arma para o jogo.

PÓS CARREIRA DE BERNARD

Em suma, após deixar as quadras Bernard se aventurou ainda nas areias. Encerrada a carreira como jogador, ele não deixou o vôlei e partiu para as áreas políticas e administrativas da modalidade. Foi Secretário Nacional de Esportes, deputado estadual e presidente do Conselho Nacional de Esportes. Presidente da Comissão de Atletas do COB, também foi chefe de missão em diversos eventos, como os Jogos Pan-americanos e os Jogos Olímpicos. É membro do COI desde 2013.

Foto Destaque: Reprodução/Hipólito Pereira/Extra

Lucas Ribeiro

O jornalismo foi algo algo que aconteceu. Sou um amante de esportes nato, de todos os esportes, isso é o que me faz feliz e nisso que quero seguir. Entre estádios e ginásios, trabalhar com esportes[...]

92 posts | 0 comments

Comments are closed.

Menu Title