5 Curiosidades sobre Max Holloway

5 Curiosidades sobre Max Holloway

4
949
0
sexta-feira, 15 janeiro 2021
UFC

Max Holloway é certamente um dos melhores e mais queridos lutadores da atualidade. E pode muito bem ser considerado como um dos, se não o maior peso-pena da história do UFC. Sendo assim, ele não só detém o recorde de maior sequência de vitórias na categoria até 66kg. Mas também foi o segundo maior campeão da divisão.

Atrás apenas do brasileiro José Aldo. O qual Holloway já nocauteou duas vezes. De todo o modo, neste sábado dia 16 de Janeiro. O havaiano volta ao octógono para enfrentar o casca-grossa Calvin Kattar. Nesse sentido, aproveitando o embalo da luta. Vamos aproveitar para conhecer um pouco mais sobre o ex-campeão dos penas.

Por: Carlos Figueira, de Recife (PE)

Quase lutou com o Khabib

Na luta principal do UFC 223, em Abril de 2018, o russo Khabib Nurmagomedov enfrentaria o americano Tony Ferguson. Em luta que definiria o novo campeão peso-leve do UFC. Porém, faltando pouco mais de uma semana para o evento. Ferguson foi retirado do combate. Logo após tropeçar em um cabo de estúdio na televisão. Esse acidente, por mais simples que pareça, rompeu o ligamento cruzado do joelho de “El Cucuy“. E como substituto de Ferguson, o UFC escalou o então campeão peso-pena, Max Holloway.

Para então enfrentar Khabib Nurmagomedov, valendo assim o cinturão peso-leve do UFC. Porém, dias depois, o duelo entre Khabib e Holloway também foi cancelado. Pois os médicos da comissão atlética do estado de Nova York. Impediram com que o havaiano continuasse seu corte de peso. Alertando que ele teria graves problemas de saúde caso o processo continuasse. Como resultado, Al Iaquinta substituiu o havaiano e enfrentou Khabib no UFC 223.

Primeira luta aos 19 anos de idade

A idade em que um lutador estreia no MMA varia muito. Alguns começaram depois dos 30, como no caso de Daniel Cormier e Yoel Romero. E outros começam bem antes disso. Sendo assim, esse foi o caso de Max Holloway. Que fez sua primeira luta no MMA profissional aos 19 anos de idade. Além disso, Holloway teve apenas dois dias de preparação para a luta. E boa parte de suas técnicas em pé foram inspiradas a partir dos vídeo games do UFC. Apesar de todas essas peculiaridades, Max estreou com sucesso no MMA. Vencendo Duke Saragosa por decisão unânime.

Treino via Zoom

Na luta co-principal do UFC 245, em dezembro de 2019. Max Holloway perdeu seu cinturão peso-pena. Quando foi derrotado pelo australiano Alexander Volkanovski por decisão unânime. Mas como o havaiano era um campeão dominante na categoria. Além de ser muito querido pelos fãs. O UFC concedeu-lhe uma revanche imediata. Que foi marcada para o UFC 251, em julho de 2020.

Entretanto, devido a pandemia da Covid-19. E ao distanciamento social, que estava bem rígido ainda na época. O camping de Holloway foi um tanto diferenciado. Segundo o próprio ex-campeão. Todo o seu treinamento foi realizado através de videochamadas no Zoom. Sendo assim, não houve nenhuma sessão de sparring. Infelizmente, não há como comprovar a veracidade dessas afirmações.

Enfim, Holloway enfrentou Alexander Volkanovski novamente. Em uma luta extremamente acirrada, o australiano conseguiu vencer mais uma vez. Porém, agora por decisão dividida.
O resultado do combate, no entanto, foi bastante controverso. Pois muitos fãs e especialistas viram vitória do havaiano.

Metralhadora de golpes

Apesar de ter vários nocautes no cartel. Na maioria nocautes técnicos. Ocasionados por vários golpes e combinações. Isso reflete bastante no estilo de luta de Max Holloway. Sendo não voltado para ataques potentes. Mas sim no volume de golpes aplicados no adversário. Essa trocação volumosa do ex-campeão, lhe rendeu um recorde surpreendente. Pois segundos as estatísticas do próprio UFC. Somando todas as suas lutas na organização.

Max Holloway conectou um total de 2173 golpes significativos dentro do Ultimate. E pode se dizer que o seu recorde está bem seguro no topo. Já que a segunda colocada nesse quesito é a polonesa Joanna Jędrzejczyk. Que tem 1711 golpes significativos no total. Ou seja, quase 500 golpes a menos que Holloway.

Tanque de guerra

Em suma, ainda sobre estatísticas, Max Holloway tem outro recorde um tanto quanto impressionante. Pois ele é o segundo lutador que mais recebeu golpes na cabeça em toda a história do UFC. Atrás apenas de Donald Cerrone.

Segundo os dados, o havaiano absorveu um total de 933 golpes na cabeça. Porém, apesar desse número absurdo de danos acumulados. Holloway nunca foi nocauteado. Nunca sofreu um knockdown. Isso tudo tendo apenas 29 de idade.

Foto destaque: Reprodução/Hans Gutknecht/Media News Group/Los Angeles Daily News

Carlos Figueira

26 posts | 0 comments

Comments are closed.