Stock Car: Zonta e Wilson vencem, Fraga tem bom desempenho e joga a decisão contra Serra para Interlagos

Stock Car: Zonta e Wilson vencem, Fraga tem bom desempenho e joga a decisão contra Serra para Interlagos

Like
189
0
domingo, 04 novembro 2018
Automobilismo

 

Por: Danilo Dias, de São Paulo, SP.

 

A corrida de Goiânia poderia ser definitiva na temporada 2018 da Stock Car Brasil. No sábado (3) Daniel Serra fez a pole debaixo de um temporal de respeito na capital de Goiás. A briga pelo título prometia esquentar e Goiânia viu uma etapa movimentada, com os pilotos no braço ultrapassando incessantemente mesmo sem o uso do push em alguns momentos. No fim, Ricardo Zonta e Max Wilson saíram com as vitórias da penúltima etapa e Felipe fraga teve um desempenho melhor em relação ao líder do campeonato Daniel Serra, jogando a disputa do título para Interlagos.

 

A pole de Serra veio debaixo de muita chuva. Foto: Fernanda Freixosa/Vicar

 

Corrida 1

Logo na largada Daniel Serra manteve a pole conquistada no sábado com Felipe Fraga no encalço. A briga era pelo título. Zonta e Diego Nunes andavam próximos. Barrichello se destacava no meio do grid, já que havia largado em décimo terceiro e saltado para sétimo nas primeiras voltas. Nessa tocada, Daniel Serra mantinha a ponta. Ricardo Zonta vinha firme com um carro bem arrumado, chegando a ultrapassar Felipe Fraga. Depois começou a pressionar Daniel Serra, mostrando seu bom ritmo na prova goiana.

Quando começaram as paradas, di Grassi teve problemas e ficou com o carro parado na entrada dos boxes. Na volta seguinte Daniel Serra foi para a sua parada enquanto Zonta seguia na ponta trazendo Fraga em segundo. Barrichello subia na classificação também após adiar sua parada e ficar na pista, seguido de Nelsinho Piquet. Zonta então parou e Fraga decidiu parar na volta subsequente. Depois de todas as paradas Ricardo Zonta era o líder, com Diego Nunes em segundo e Fraga em terceiro. Daniel Serra vinha próximo, em quarto.

A briga agora era na pista e Serra foi pra cima de Fraga, superando-o num determinado momento. A briga continuou até o final da primeira corrida. Fraga usando o push passou Serra na abertura da última volta e assumiu o terceiro lugar, garantindo um posto no pódio e descontando alguns pontos na briga pelo título. Zonta apenas conduziu seu carro até o fim e foi o vencedor, com Diego Nunes em segundo. Depois de Fraga que completou o pódio, finalizaram Daniel Serra, Gabriel Casagrande, Rubens Barrichello, Nelsinho Piquet, Júlio Campos, Átila Abreu e César Ramos, que fecharam o top 10 e compuseram o grid invertido da prova 2.

 

Corrida 2

A segunda corrida do dia foi bastante disputada, assim como a primeira. César Ramos saiu na frente mas logo foi superado por Júlio Campos. Não deixou barato e tomou novamente a liderança. Átila Abreu, o rei das ‘provas dois’ foi pra cima dos adversários e chegou a assumir a ponta algumas voltas depois da largada. César Ramos nas disputas acabou abandonando ao sair da pista no sexto giro.

Júlio Campos então era o segundo, com Piquetzinho em terceiro, Casagrande em quarto e Barrichello em quinto, todos próximos. Daniel Serra e Felipe Fraga seguiam duelando como na primeira prova, atrás do primeiro pelotão. Casagrande, Piquet e Barrichello começaram então a protagonizar uma grande disputa pela terceira posição. Átila disparava na ponta, mas recebeu a má notícia de que deveria pagar um drive-trough. Motivo: Queima de largada.

Barrichello então começou a apertar Júlio Campos pela liderança, mas teve problemas de vibração em seu carro. Perdeu rendimento e foi superado por Gabriel Casagrande, que assumiu a segunda posição. O pit estava aberto e Daniel Serra se deu bem nas paradas. Em grande trabalho de equipe, saiu a frente de Piquet e Casagrande, deixando os dois entre ele e Fraga. Max Wilson que foi arrojado para entrar na briga na saída dos boxes. Campos vinha na balada e trazia consigo Daniel Serra.

Fraga começou a apertar o ritmo. Passou Casagrande enquanto Piquet assumia a terceira posição deixando Serrinha para trás. Fraga aproveitou o embalo e deixou Serra pra trás também. Os dois iniciaram novamente uma grande disputa e troca intensa de posições na reta final da corrida. Max Wilson assumiu a ponta com Nelsinho aproveitando o embalo e assumindo a vice-liderança em grande corrida. Fraga assumiu a terceira posição aproveitando a queda de rendimento de Casagrande.

No fim, Fraga embolou a briga e jogou a disputa do título para a corrida final em Interlagos. Max Wilson conquistou a vitória com Nelsinho Piquet em segundo e Fraga em terceiro novamente, assim como a primeira prova. Di Grassi foi o quarta, com Casagrande em quinto e Daniel Serra apenas em sexto. Vitor Genz, Allan Khodair, Júlio Campos e Rafael Suzuki fecharam o top 10 em Goiânia.

 

Sequência

A final está marcada para Interlagos no dia 9 de dezembro. A corrida vale pontuação dupla, portanto a disputa entre Serra que controlou a vantagem durante toda a temporada e Fraga que acelerou rumo a briga pelo título no meio da temporada esquentou de vez. Fraga vive um momento mais inteiro, enquanto Serra passou a controlar sua vantagem com muita regularidade e competência. Cabe agora saber quem leva o título. A Rádio Poliesportiva acompanha tudo!

 

 

 

Foto em destaque: Duda Bairros/Stock Car

 

 

Danilo Dias

Danilo Dias

57 posts | 0 comments

Comments are closed.