Resumo da 14ª rodada do Campeonato Brasileiro 2019

Resumo da 14ª rodada do Campeonato Brasileiro 2019

Like
110
0
terça-feira, 13 agosto 2019
Brasileirão Série A

A 14ª rodada do Campeonato Brasileiro teve início na tarde de sábado (10), com direito a um clássico emocionante e uma goleada, e se encerrou na noite desta segunda-feira (12). Foram dez jogos com gols bonitos e atuação polêmica do VAR. Aqui na Rádio Poliesportiva você confere um resumo do que aconteceu de melhor na rodada do Brasileirão.

São Paulo 3 X 2 Santos

A rodada do Campeonato Brasileiro teve início na tarde de sábado (10), com o clássico San-São. O São Paulo ainda não havia vencido nenhum clássico em 2019, mas vinha de um bom retrospecto em casa, vencendo as duas últimas partidas realizadas no Morumbi. Já o Santos, líder do campeonato, vinha de 8 vitórias seguidas e, embalados pela ótima fase, buscavam aumentar ainda mais a distância na ponta da tabela.

No primeiro tempo, o jogo teve poucas chances claras de gol. As duas equipes atacaram bastante, mas criaram poucas chances. Somente no fim do primeiro tempo, após chute na trave de Diego Pituca é que o Peixe abriu o placar. O gol foi de Eduardo Sasha. Na volta para a segunda etapa, Cuca colocou Hernanes na equipe, o que mudou completamente a partida. Pato marcou logo no começo do segundo tempo. Assim, antes dos 10 minutos o Tricolor já havia virado, com a cobrança de pênalti de Reinaldo.

Após apenas 15 minutos em campo, Hernanes sentiu uma lesão muscular e teve que ser substituído. O problema do profeta não afetou a equipe, que viu Pato marcar um golaço. O camisa 7 passou por três marcadores e deixou Felipe Aguilar no chão. No fim da partida, Raniel fez contra. Porém, apesar de acender uma chama de esperança no torcedor santista, o empate não se concretizou.

Ceará 4 X 1 Chapecoense

No outro jogo de sábado, o Ceará recebeu a equipe da Chapecoense, que luta para sair da zona de rebaixamento. O Vozão era empurrado pela sua torcida. Por isso, não tomou conhecimento dos catarinenses e aplicaram uma goleada.
No primeiro tempo, a Chape conseguiu se segurar até os 50 minutos. Mas aí apareceu Thiago Galhardo, que abriu o marcador para os donos da casa.

Na segunda etapa a história foi diferente. Logo aos 11 minutos o atacante Felippe Cardoso marcou o a segundo para os cearenses e aos 15, Galhardo ampliou o marcador, de pênalti. Ainda teve tempo para o VAR anular o que seria o segundo gol de Cardoso na partida. Nos acréscimos, a Chapecoense descontou com Renato Kayser, mas Galhardo completou sua bela noite com mais gol, o seu terceiro na partida e o quarto do Vozão.

Flamengo 3 X 1 Grêmio

No primeiro jogo da noite de sábado, o Flamengo recebeu o Grêmio, no Maracanã. Com o jogo da Copa do Brasil no meio de semana, o Grêmio foi a campo com um time reserva. Já o Flamengo, sabendo da derrota do líder, queria a vitória para encostar na ponta da tabela.

Na primeira etapa os donos da casa dominaram e abriram o placar aos 28, com Willian Arão. Quando tudo se encaminhava para o fim do primeiro tempo, o VAR viu pênalti em cima do zagueiro gremista David Braz. Rafael Galhardo foi o responsável pela cobrança e empatou a partida. Na volta do intervalo, o Flamengo não se deixou abater e antes dos cinco minutos já havia tirado o empate do placar, com o uruguaio Arrascaeta. Quando o placar parecia definido ainda sobrou tempo para Everton Ribeiro anotar o terceiro. Enfim, desta forma, fechou a conta no Rio de Janeiro.

Atlético-MG 2 X 1 Fluminense

Para encerrar a rodada de sábado, o Galo recebeu o Tricolor das Laranjeiras, no Independência. O Fluminense precisava dos três pontos para se distanciar da zona de rebaixamento e dar um alívio ao treinador, Fernando Diniz. Sabendo da vitória do Flamengo, a equipe de Rodrigo Santana também precisava da vitória, para não ficar longe dos primeiros colocados.

A primeira etapa foi de amplo domínio dos donos da casa. Juntamente com o apoio da torcida, pressionavam e buscavam o gol a todo momento. O equatoriano Juan Cazares abriu o placar, no final da primeira etapa. Na volta para o segundo tempo nada mudou no Horto. O Galo seguiu pressionando e chegou ao segundo gol, com Ricardo Oliveira, ainda no início da segunda etapa. O Fluminense, então, só conseguiu marcar o seu gol no fim da partida, com o experiente meia Nenê.

Internacional 0 X 0 Corinthians

No primeiro jogo do domingo de dia dos pais, o Colorado recebeu o Timão no Beira-Rio. Com uma série de desfalques, Fábio Carille mandou a campo uma equipe diferente da que enfrentou o Goiás na quarta-feira. Da mesma forma que pensava, também no duelo contra o Cruzeiro pela Copa do Brasil, Odair Hellmann não mandou força máxima contra os paulistas e o que pudemos ver foi um jogo sonolento.

A principal chance de gol do Corinthians aconteceu no fim do primeiro tempo. Clayson fez boa jogada pela esquerda e, então cruzou para área. Junior Urso, sozinho, não conseguiu finalizar para a meta. O Inter também teve sua chance, na segunda etapa, com o peruano Paolo Guerrero. Assim, o camisa 9 recebeu na área e girou, batendo em cima da defesa adversária. Com o empate, o Corinthians mantém a invencibilidade após a pausa para a Copa América e segue no G6 da competição. Já o Colorado fica com a oitava posição, três pontos atrás do Corinthians, sexto colocado.

Avaí 2 X 2 Cruzeiro

Ainda buscando a primeira vitória no campeonato, os catarinenses receberam a Raposa, em seu primeiro jogo sem Mano Menezes e após anunciar a contratação de Rogério Ceni para o comando técnico da equipe.

Os donos da casa começaram jogando bem, empurrados pela torcida presente na Ressacada, abriram o placar com Pedro Castro e seguraram a vitória parcial durante todo o primeiro tempo. Na segunda etapa a Raposa veio para cima do Avaí e chegou ao gol de empate com Pedro Rocha. Mas, o lanterna da competição queria mesmo a vitória e chegou a tirar o empate do placar com o gol de Brenner, cobrando pênalti. Quando tudo parecia certo, Sassá apareceu e empatou a partida, adiando a primeira vitória da equipe de Alberto Valentim no Brasileirão.

Botafogo 2 X 1 Athletico-PR

O Fogão recebeu o Furacão na tarde de domingo, no Nilton Santos e conseguiu um belo resultado. Com a partida válida pela Copa do Brasil, no meio da semana, contra o Grêmio, Tiago Nunes mandou a campo uma equipe totalmente reserva.

Na primeira etapa, os visitantes surpreenderam e abriram o placar com Thonny Andersson. Posteriormente, o time de Eduardo Barroca cresceu na partida e chegou ao empate, ainda na primeira etapa, com Luís Fernando. Assim também, na segunda etapa a partida ficou mais morna, sem grandes chances de gol, até que Diego Souza fez vibrar a torcida presente nas arquibancadas, ao tirar o empate do placar, na cobrança de penalidade. Com a vitória, a equipe da casa chega ao sétimo lugar, com 22 pontos. Os paranaenses ocupam a 11 posição, com um jogo a menos e 19 pontos.

Palmeiras 2 X 2 Bahia

Com apenas uma vitória no campeonato após a volta da Copa América e pressionados pelo desempenho nos últimos jogos, o Verdão recebeu o Bahia, no Allianz Parque. Se vencesse, o Palmeiras encostaria no Santos, pois diminuiria a vantagem para apenas um ponto, além de espantar a má fase. O Tricolor de Aço queria seguir firme na metade de cima da tabela. Então, para isso, o Palmeiras começou a partida pressionando os visitantes, sufocando a defesa e abriu o placar logo no início da partida, com o gol de Dudu, após falha da defesa baiana.

As polêmicas da partida começaram ainda na primeira etapa, quando Felipe Melo, após dividir durante a bola com Lucca, acertou um soco no atacante, na disputa aérea, e foi expulso. Na segunda etapa entrou em cena o VAR. Aos 7, o árbitro de vídeo marcou toque de mão da defesa palmeirense e Gilberto empatou a partida. Em seguida, Dudu tirou o empate novamente e colocou o Verdão em vantagem. Já no fim da partida, o VAR viu uma falta de Luan em cima de Arthur Caique, dentro da área e o árbitro marcou o pênalti. Novamente Gilberto foi para a cobrança e empatou a partida.

Goiás 0 X 1 Vasco

No último jogo do domingo, o Esmeraldino enfrentou o Vasco, no Serra Dourada. Após a goleada para o Santos, a equipe demitiu o treinador Claudinei Oliveira e, então anunciou a contratação de Ney Franco, que volta após ter conquistado o acesso na temporada passada. A equipe de Vanderlei Luxemburgo não sabia o que era vencer fora de São Januário há mais de um ano.

Na primeira etapa, os goianos pressionaram a defesa dos cariocas, que apostavam nos contra-ataques para conseguir um bom resultado. Mas Marcos Júnior, ainda na primeira etapa, anotou o gol dos visitantes e o único da partida. Os donos da casa pressionaram até o fim, mas não conseguiram o empate. Com a derrota, o Goiás estaciona no número de pontos e, assim, segue despencando na tabela. Com 17 pontos é o 13º colocado. Já o Vasco faz o caminho inverso e continua a ascensão na classificação. Com os 3 pontos, o Cruz-maltino também chega aos 17 pontos, na 15 colocação.

CSA 0 x 2 Fortaleza

No jogo que fechou a rodada, o Azulão recebeu o Fortaleza, no Rei Pelé e precisava da vitória para se aproximar da saída do Z4. Após perder seu treinador para o Cruzeiro, os cearenses já haviam anunciado a contratação de Zé Ricardo, e queria vencer para, enfim, sair da má fase e subir na tabela.

O Tricolor do Pici começou pressionando e chegou ao primeiro gol logo aos 4 da primeira etapa, com Bruno Melo. Mesmo com o gol sofrido, a equipe de Argel Fucks seguiu buscando o gol e parou na bela atuação do goleiro Felipe Alves. Os visitantes ainda chegaram ao segundo gol, na primeira etapa, com Edinho. Com a vitória, o Fortaleza se distancia do Z4 e fica na 12ª posição. Já o CSA estaciona nos 8 pontos e agora já está a 4 do primeiro time fora da zona de rebaixamento.

Foto em destaque: Rubens Chiri/SãoPauloFC.net

Gabriel Max

Gabriel Max

Meu nome é Gabriel Max, mineiro de Campo do Meio (sim, está no mapa, pode procurar), mas criado na capital paulista. Jornalista formado desde 2014, pela Universidade Nove de Julho, em São Paulo. Por aqui, além dos textos, reporto, comento e até narro jogos de diversos esportes, como futebol, vôlei e basquete.

186 posts | 0 comments

Comments are closed.