Paulistano bate Basquete Cearense por 83 a 75 e empata a série das oitavas de final

Paulistano bate Basquete Cearense por 83 a 75 e empata a série das oitavas de final

Like
765
2
segunda-feira, 10 abril 2017
Basquete

O Clube Atlético Paulistano recebeu, nesta noite de domingo (9), o Basquete Cearense no Ginásio  Antônio Prado Júnior, pelo segundo jogo das oitavas de final dos Playoffs da NBB. No primeiro encontro, no Ginásio Paulo Sarasate, os cearenses venceram por 87 a 84 em duelo emocionante.

Agora, jogando diante da torcida, o Paulistano venceu por 83 a 75 e empatou a série em 1 a 1. Apesar da ótima atuação de Duda, cestinha da noite, a equipe paulista comandou durante todo tempo e sempre esteve a frente no placar.

 

Primeiro quarto (21 a 14)

 

Nos primeiros minutos equilíbrio e erros de passes nos ataques de ambas as equipes. Com seis minutos jogados, Lucas Dias era o principal destaque do duelo com 10 pontos – além de 100% de aproveitamento nos arremessos de três, com dois acertos em duas tentativas. O ala ainda conseguiu três rebotes. A maior vantagem do primeiro quarto veio no minuto final, quando o Paulistano abriu 9 pontos de frente, 21 a 12. Os donos da casa apostaram em uma marcação intensa e rotativa. A estratégia deu certo e a equipe fechou a primeira parte do confronto em 21 a 14. Pelo lado do Basquete Cearense, Rashuan foi o principal pontuador com quatro pontos; e Leonardo conseguiu quatro rebotes.

 

Segundo quarto (36 a 30)

 

A última parte do primeiro tempo não começou bem para o Basquete Cearense. Alberto Bial pediu tempo com 7 minutos. Sua equipe já havia cometido sete erros de ataque e nenhuma cesta convertida. E assim, o Paulistano conseguiu abrir 14 pontos de frente, 28 a 14. Os visitantes alteraram a estratégia forçando a marcação e estouraram em faltas com cinco minutos. O problema dessa mudança era o 88% de aproveitamento do Paulistano em lances livres, oito acertos em nove arremessos. Nos instantes finais, o time do Ceará voltou a equilibrar o duelo quando mudou sua intensidade defensiva. O ataque do Paulistano parou e Gustavo de Conti foi obrigado a pedir tempo duas vezes e a vantagem de 14 pontos chegou a cair para quatro. Pelo lado cearense, Leonardo e Felipe foram os destaques com seis pontos, além de Davi com quatro assistências. Do lado paulista, Renato marcou cinco pontos e Lucas Dias continuou sendo o cestinha. O ala terminou a primeira etapa com 16 pontos. O Basquete Cearense ganhou o segundo quarto por 16 a 15, mas a vantagem geral ainda era do Paulistano – 36 a 30.

 

Terceiro quarto (59 a 53)

 

Na primeira parte do segundo tempo, o Paulistano perdeu a variação ofensiva e passou a abusar dos lances de três, mas com aproveitamento bem abaixo. Em 17 tentativas, apenas cinco acertos. Com cinco minutos, o Basquete Cearense empatou o jogo em 42 a 42 depois do Duda acertar dois arremessos de três. O Paulistano respondeu com Vitor André e Guilherme. O ala/pivô conseguiu o duplo-duplo ao marcar dez pontos e pegar 11 rebotes. Nos instantes finais, o equilíbrio tomou conta e Duda era o principal jogador cearense, com 12 pontos no terceiro quarto. Nos segundos finais, o Basquete Cearense desperdiçou dois ataques em sequência. Primeiro errando o arremesso e depois com uma falta ofensiva. Melhor para o Paulistano, que aproveitou a cravada de Guilherme para definir o terceiro quarto em empate, 23 a 23. No geral, vitória parcial dos mandantes por 59 a 53.

 

Último quarto (83 a 75)

 

Com quatro minutos jogados, o Basquete Cearense começou uma bela reação. Defensivamente acertado e com a mão apuradíssima de Duda, os visitantes empataram depois de duas bolas de três em sequência. 61 a 61 faltando 6 minutos para acabar. Gustavinho se viu obrigado a parar o jogo e tentar acordar o time. A estratégia deu certo, a defesa encaixou e o ataque funcionou. Faltando pouco mais de 3 minutos, o Paulistano abriu sete pontos e Alberto Bial parou o cronômetro. Mas a tentativa não resolveu. As duas equipes passaram a aproveitar bem os ataques e depois de uma bola de três do Jhonatan, o Paulistano abriu nove pontos faltando 44 segundos para o fim do confronto. O técnico Bial parou o jogo pela segunda vez no último quarto e Gustavinho respondeu mandando três armadores para valorizar o tempo. Sorte do Paulistano, que venceu o último quarto por 24 a 22 e fechou o segundo duelo em 83 a 75.

 

Destaques do jogo

 

Apesar de derrotado, Duda foi o principal jogador da partida. O armador foi o cestinha com 29 pontos, com cinco bolas de três. Pelo lado Paulistano, Lucas Dias foi o maior pontuador do time com 23 pontos. Guilherme conseguiu um duplo-duplo com 14 pontos e 12 rebotes. Davi foi o jogador com mais assistências, sete passes; seguido por Jhonatan, do Paulistano, com cinco.

 

Próximo confronto

 

As equipes voltam a se enfrentar na próxima terça-feira (11) às 19 horas, novamente no Ginásio Antônio Prado Júnior, casa do Paulistano. Será a terceira rodada desse embate válido pelas oitavas de final da NBB 2016/2017.

 

Por Gabriel Manzini

Avatar

admin

240 posts | 0 comments