O mercado do vôlei aquece. Acompanhe quem chega e quem sai

O mercado do vôlei aquece. Acompanhe quem chega e quem sai

1
5168
0
quarta-feira, 25 março 2020
Campeonato Paulista Feminino

Com a temporada terminada prematuramente, por conta da epidemia que assola o mundo, o mercado do vôlei começa a aquecer. Assim, mesmo com a indefinição ainda na Superliga Masculina, os rumores começam a surgir sobre chegadas e saídas de atletas.

Por: Arthur de Figueiredo, de Mogi das Cruzes, SP.

Mercado do vôlei masculino

SESI-SP

Com a informação já antecipada em vários sites especializados, o time da indústria terá um corte significativo em suas receitas. Por isso, nomes como o levantador William Arjona, o ‘mago’, a principal estrela da equipe está de malas prontas para o Fiat Minas. Em contrapartida, chega Thiaguinho que defendeu o clube paulista em temporadas anteriores. O jovem levantador atua na França e virá como primeiro reforço.

Contudo, a base será praticamente a mesma. Os mais experientes aceitaram a filosofia e toparam adequar seus salários a realidade do clube.

Entretanto, outra baixa bastante impactante será o do oposto Alan. Ele deve reforçar e voltar as suas raízes. A expectativa é de ele retornar ao Sada Cruzeiro. O jogador da seleção, valorizado no mercado, contrariando a atual conjuntura econômica do atual time, retorna ao clube, em que foi formado nas categorias de base.

EMS Funvic Taubaté

O time do Vale do Paraíba vive um momento de muitas incógnitas. Os salários atrasados de parte do elenco, ainda são as principais pautas a serem resolvidas pela cúpula taubateana. O que é quase definitivo, no entanto, é a saída da grande estrela, o ponteiro da seleção, o craque Lucarelli que pode estar se transferindo para a Itália. O técnico da seleção de Renan Dal Zotto é outro que está de saída. Para o seu lugar, chega o experiente argentino, Javier Weber, que já teve passagens pelo vôlei brasileiro.

Porém, não só notícias ruins assola o noticiário do Taubaté. A chegada do levantador da seleção, Bruninho poderá reviver com Lucão a parceria de SESI-SP, RJX e seleção. Em contrapartida, o marroquino Mohamed é mais um que pode estar de malas prontas. A diretoria do clube paulista estuda outros nomes. Assim, o americano Taylor Sander entrou na pauta, mas com a concorrência do vôlei italiano. Por isso, a chance ficou bastante pequena. Felipe Roque, jovem oposto do Minas é a aposta do time do interior paulista.

Sada Cruzeiro

O campeoníssimo Sada Cruzeiro, como de praxe, sempre age na surdina. Ou seja, no famoso jeito mineiro, comendo pelas beiradas. O ponteiro Alan encabeça a lista. Atualmente no SESI-SP, o oposto da seleção vem sendo o grande nome da posição, inclusive, ocupando a titularidade, na seleção brasileira.

Evandro deve sobrar! Com problemas de lesões, o oposto de temperamento forte, viveu os altos e baixos na temporada. Por outro lado, Luan o substituiu e mostrou a que veio, sendo o grande destaque do Sul americano. Cachopa já renovou! O levantador da seleção foi o primeiro da lista. De forma antecipada, o atleta teve seu vinculo renovado.

Fiat Minas

Talvez seja a equipe com mais novidades para a próxima temporada. Diferente das outras temporadas, o time masculino, dessa vez, contará com um investimento maior, seguindo a trilha do time feminino.

A Fiat, principal parceira e histórica no clube, já tem encaminhado a contratação dos selecionáveis: William Arjona, o ‘mago’, que atuou pelo SESI-SP e o oposto Wallace (ex SESC-RJ). Ambos são bem conhecidos da torcida mineira, em especial, a cruzeirense. Portanto, eles podem reviver a parceria de glórias e conquistas. Além disso, o central Flávio que atuou pelo SESC-RJ na última temporada é outro nome que volta para o vôlei das Gerais.

Mercado do vôlei feminino

Itambé Minas

No feminino do Minas, os esforços são para a renovação de Thaisa, Léia, Gattaz e Macris. A búlgara Rabadzhieva se despediu recentemente do clube pelas redes sociais e deixou em dúvida, o seu real destino. Contudo, Pri Daroit está de volta, depois de duas temporadas no Praia Clube. Além disso, o nome que ganha força é o da americana Andrea Drews. Seria mais uma investida de peso, visando a disputa do Mundial de Clubes.

Dentil Praia Clube

Com o investimento pesado, mas nenhum caneco, alguns nomes já citados e não terão seus vínculos renovados. A americana Nicole Fawcett, sofreu inúmeras lesões na ultima temporada. Por isso, ela se despediu da torcida e anunciou a sua aposentadoria de forma precoce. Outra estrangeira, mas ao contrário da dominicana, Brayelin Martinez é valorizada e deve permanecer no triângulo mineiro.

Por outro lado, Pri Daroit é mais uma baixa do elenco. A ponteira que teve protagonismo na última temporada. Porém, ela está de volta ao Minas após 2 temporadas. Todavia, a levantadora Lyara que era pretendida pelo SESC-RJ, deu preferência ao Praia Clube e fechou com a equipe mineira.

SESC-RJ

No Rio de Janeiro, depois do anúncio da extinção do time masculino, o reflexo da crise também chegou a equipe feminina. A equipe sofrerá cortes e precisará de outros patrocinadores para montar uma equipe competitiva. O que é definitivo é a saída da levantadora Fabíola, que inclusive já se despediu da torcida.

Outra que poderá deixar a equipe carioca é a oposta Tandara, que estava vivendo uma grande fase na Superliga Feminina. No entanto. a possibilidade é de ela retornar ao Osasco Audax.

Por outro lado, a equipe carioca briga com o Praia Clube para trazer a jovem Lorenne, que fez uma grande temporada pelo na seleção brasileira e São Paulo Barueri com José Roberto Guimarães.  

Enfim, com a temporada se definindo, o mercado pega fogo e possíveis mudanças acontecerão para incrementar o noticiário do vôlei brasileiro.

Foto em destaque: Paulo Arnaldo / Poliesportiva

Artur de Figueiredo

Artur de Figueiredo

37 posts | 0 comments

Comments are closed.