Na Copa do Mundo de Vôlei Masculino, Brasil segue irresistível

Na Copa do Mundo de Vôlei Masculino, Brasil segue irresistível

Like
85
0
terça-feira, 08 outubro 2019
Seleção Brasileira Masculina

Após cincos jogos e cinco vitórias na Copa do Mundo de Vôlei Masculino, a seleção brasileira mostra alto nível de voleibol e simplesmente fecha sua participação, em Negano, na liderança. Além do mais, agora viaja a Hiroshima, onde terá mais seis partidas para conquistar um possível tricampeonato.

Por: Clinton Dias, de São Paulo, SP

Embora ter conquistado o Sul-americano de vôlei, contra a Argentina, o Brasil voltou às quadras pela Copa do Mundo Vôlei 2019. O torneio está sendo realizado pela 14º vez. No Japão, com sedes em Fukuoka, Negano e Hiroshima. A Rússia é a maior vencedora com seis títulos, mas quatro deles herdados pela União Soviética. Além disso, a competição disponibilizará ao vencedor uma quantia de R$ 2,5 milhões. O regulamento é igual do feminino, em que todos se enfrentam e, consequentemente, quem atingir maior pontuação conquista o título. 

Os dois primeiros jogos na Copa do Mundo de Vôlei Masculino

01/10 – Brasil 3×0 Canadá (25/14, 25/22 e 25/14)

Inicialmente, logo em sua estreia contra os canadenses, a seleção brasileira precisou de um pouco mais de 1h15 para sair com a vitória. Sem dificuldades, o Brasil cometeu apenas 13 erros na partida e viu Alan, com 14 pontos, ser o maior pontuador da seleção e do jogo. 

 02/10 – Brasil 3×0 Austrália (25/15, 25/20 e 25/17)

Por consequência, no segundo confronto contra a Austrália, o Brasil repetiu a ótima atuação e não tomou conhecimento. Foram 12 bloqueios na partida. Além disso, o garoto Alan fez 13 pontos e teve mais uma atuação destacada. A seleção brasileira embalava na competição com a segunda vitória em dois jogos.

Os três jogos seguintes

04/10 – Brasil 3×1 Egito (25/19, 21/25, 25/19 e 25/22)

No confronto de duas seleções invictas, até então, o Brasil se deu melhor. No entanto, com sobras. Apesar de ter perdido um set, a equipe de Renan Dal Zotto esteve muito longe de perder a partida. O cubano Leal chamou a responsabilidade para si, e portanto, foi o maior pontuador do jogo com 22 pontos.

05/10 – Brasil 3×0 Rússia (25/16, 25/22 e 25/22)

No clássico do voleibol mundial, a seleção brasileira deu show em Negano. A princípio, a expectativa era de um jogo longo e complicado. Contudo, em pouco mais de 1h30 o Brasil se impôs desde o começo e atropelou. Novamente Alan com 18 pontos foi destaque da seleção e da partida. 

06/10 – Brasil 3×1 Irã (25/27, 25/21, 27/25 e 25/22)

Por fim, em seu último jogo em Negano, novamente um ótimo resultado. De virada, o Brasil bateu o Irã em confronto bastante disputado. Com Porya Yali, o Irã deu trabalho para seleção, entretanto Leal juntamente com Alan, foram os nomes da seleção na semana e decidiram o jogo. Enfim, ambos fizeram 16 pontos e o Brasil encerrou sua participação com 100% de aproveitamento

Destaques da Copa do Mundo de Vôlei Masculino

Definitivamente é notável o trabalho de Renan Dal Zotto até o momento. Porém, isso está passando por conta do grande desempenho de seus jogadores. O oposto Alan, com 56% aproveitamento é o maior pontuador do campeonato. Do mesmo modo, Lucão e Leal estão se destacando e contribuindo muito para equipe.

A seleção enfrentará Argentina, Estados Unidos, Tunísia, Polônia, Japão e Itália, todos o jogos em Hiroshima. Dessa forma, caso consiga bons resultados, o Brasil tentará seu terceiro título, já que conquistou em 2003 e 2007, ambos com Bernardinho no comando respectivamente.

Elenco do Brasil 

Levantadores: Bruninho e Fernando Cachopa;

Opostos: Alan e Felipe Roque;

Centrais: Lucão, Maurício Souza, Isac e Flávio;

Ponteiros: Lucarelli, Leal, Douglas e Maurício Borges;

Líberos: Thales e Maique.

Jogos da Copa do Mundo

Local: Nagano

01/10 (TER) – Brasil 3×0 Canadá, às 6h

02/10 (QUA) – Brasil 3×0 Austrália, às 6h

04/10 (SEX) – Brasil 3×1 Egito, às 6h

05/10 (SAB) – Brasil 3×0 Rússia, às 2h

06/10 (DOM) – Brasil 3×1 Irã, às 2h

Local: Hiroshima

09/10 (QUA) – Brasil x Argentina, às 2h

10/10 (QUI) – Brasil x Estados Unidos, às 6h

11/10 (SEX) – Brasil x Tunísia, às 2h

13/10 (DOM) – Brasil x Polônia, às 3h

14/10 (SEG) – Brasil x Japão, às 7h20

15/10 (TER) – Brasil x Itália, às 3h

(Horários de Brasília)

Foto em destaque: FIVB / Divulgação

Clinton Dias

Clinton Dias

28 posts | 0 comments

Comments are closed.