Hexacampeão! De maneira épica, Marc Márquez conquista título da Motovelocidade

Hexacampeão! De maneira épica, Marc Márquez conquista título da Motovelocidade

1
173
0
domingo, 06 outubro 2019
Automobilismo

A Motovelocidade desembarcou na Tailândia, mais precisamente em Buriram, para mais uma etapa. A expectativa era da conquista do título já nesta etapa, pois Marc Márquez já tinha boa vantagem sobre Andrea Dovizioso. Em resumo, o que se viu foi muita emoção do início ao fim, no duelo particular entre o espanhol e o francês Fabio Quartararo. No entanto, nos metros finais, a Honda levou a melhor.

Moto GP e o campeão Marc Márquez

Largando na ponta, Fabio Quartararo conseguiu se manter após a largada, com Marc Márquez colado. Mas, logo na segunda volta, o motor do espanhol falou mais alto e engoliu o rival. Porém, ele não contava em um erro seu e a posição foi retomada pela moto #20. A partir daí, os dois foram conquistando mais terreno com relação aos rivais que vinham atrás, chegando a certo ponto de ser realmente um duelo particular, trocando posições a todo instante.

Quando parecia que Quartararo ia vencer, ele perdeu o primeiro posto faltando duas voltas. Na seguinte, ele buscou o primeiro lugar na curva final, até conseguiu, mas o dia era do Formiga Atômica, que retomou a liderança na reta de chegada e comemorou seu título de maneira espetacular. Completando o pódio, apareceu Maverick Viñalez e sua Yamaha, fechando em 3º lugar. Rival de Márquez na tabela, Dovizioso apareceu na 4ª posição. Por fim, Álex Rins fechou o top-5 de Buriram.

Enfim, o resultado, além de impressionante, é histórico! Márquez continua batendo recordes e agora é o mais jovem hexacampeão da história do mundial. Ele superou o lendário Giacomo Agostini, que chegou ao feito com aos 29 anos, um mês e 14 dias, Marc tem 26 anos, sete meses e 18 dias.

Moto 2

Após um longo jejum, Luca Marini voltou ao pódio da Moto 2 e com grande estilo. Ele conquistou a vitória em Buriram, com boa vantagem sobre o 2º colocado Brad Binder. Ele se distanciou dois segundos do rival e colocou 25 pontos na conta. Em 3º lugar veio Iker Lecuona, três décimos atrás do sul-africano. Augusto Fernández e Álex Márquez fecharam o top-5. Dessa forma, Márquez agora soma 224 pontos, 40 a mais do que Fernández, 2º na tabela. Binder (180 pts), Lüthi (178 pts) e por fim, Navarro (175 pts) completam o top-5.

Moto 3

Por fim, assim como na categoria principal, a corrida foi decidida nos metros finais. Na disputa tripla entre Albert Arenas, Lorenzo Dalla Porta e Alonso López, o primeiro deles se saiu melhor nos metros finais. Com dois décimos a frente de Dalla Porta, ele conquistou os 25 pontos em disputa, deixando López em 3º lugar. Marcos Ramirez chegou em 4º e Dennis Foggia fechou os cinco primeiros, detalhe: todos no mesmo segundo. Entretanto, o dia não foi dos melhores para Áron Canet, 2º na tabela do mundial, que acabou caindo juntamente com Darryn Binder, Tatsuki Suzuki e John McPhee.

Inclusive, a tabela do campeonato traz Dalla Porta na liderança, agora com 22 pontos de vantagem sobre Canet. Tony Arbolino, que fechou a prova em 10º lugar, aparece logo atrás. Marcos Ramirez é o 4º e por fim, John Mcphee é o 5º posição.

Foto em destaque: MotoGP / Divulgação

Ruan Silva

Ruan Silva

Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

25 posts | 0 comments

Comments are closed.