Festa do Basquete: NBB mundo bate NBB Brasil em jogo de estrelas no Ibirapuera

Festa do Basquete: NBB mundo bate NBB Brasil em jogo de estrelas no Ibirapuera

1
186
0
segunda-feira, 20 março 2017
Basquete

Foi uma manhã de domingo emocionante.  O ginásio Geraldo José de Almeida, o popular Ibirapuera, recebeu os melhores jogadores da atual Liga Nacional de Basquete Masculino, para o 11 jogo das estrelas do Novo Basquete Brasil (NBB). Em quadra, antes da bola subir para os quatro períodos de jogo, aconteceram diversas atrações como o desafio de habilidades, o torneio de arremessos da linha dos três pontos, e as tradicionais disputas de enterradas.

Torneio de Enterradas agitou a torcida no Ginásio do Ibirapuera . FOTO: Ivan Marconato - Rádio Poliesportiva

Torneio de Enterradas agitou a torcida no Ginásio do Ibirapuera . FOTO: Ivan Marconato

Na partida entre o NBB Brasil e o NBB Mundo, os estrangeiros que atuam pelas equipes nacionais levaram a melhor sobre os brasileiros, vencendo o jogo pelo placar de 108 a 96.

Diversas celebridades compareceram ao evento, que foi animado pela banda mineira de pop-rock Jota Quest. Além disso, ex-atletas consagrados do basquete nacional, como Wlamir Marques, Marcel, Oscar e Amauri Passos foram homenageados. E não somente eles. Os treinadores Cláudio Mortari e Ênio Vecchi também foram lembrados, e tiveram seus nomes ovacionados pela torcida, que lotou o Ginásio do Ibirapuera.  O basquetebol feminino brasileiro não ficou de fora da festa. Paula, Hortência, Janete e Alessandra, campeãs mundiais com a Seleção Brasileira em 1994 também estiveram no jogo festivo.

Durante os dois primeiros períodos de partida, o time do NBB Mundo levou a melhor, e obteve vantagem no marcador.  Entretanto, os brasileiros se recuperaram quando faltavam cerca de quatro minutos para terminar o terceiro período do jogo.  Nessa altura da partida, Georginho de Paula, armador do Paulistano, acertou um arremesso de três pontos, deixando o placar empatado em 70 a 70.

No último período da partida, David Jackson, norte-americano que defende o Vasco da Gama, acertou um belo arremesso, mantendo o placar favorável aos estrangeiros até o apito final.  Ao termino da festa, os jogadores demonstravam sua satisfação em participar do evento. Guilherme Giovannonni, ala-pivô do Brasília, afirmou que o resultado da partida não é tão importante. ” A liga nacional vem crescendo muito, e o resultado desse jogo é o que menos importa. O evento foi espetacular, e esperamos vencê-los no próximo ano”; explicou o ala do Brasília.  O Ala-pivô Tyrone, que atua na equipe do Mogi das Cruzes Helbor, afirmou que sente-se envaidecido em defender o time paulista. ” É muito bom jogar pelo Mogi, eu adoro a cidade e a equipe. Todo mundo sabe que eu sou mogiano e a cidade está no meu coração”; explicou o norte-americano.

Confira também:
Entrevistas no Jogo das Estrelas 2017

Por Ivan Marconato

Ivan Luis Marconato Rocha

Ivan Luis Marconato Rocha

92 posts | 2 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

INTERVALO - Rádio Poliesportiva